Prisma Literário: Resenha: Pensei que Fosse Verdade - Huntley Fitzpatrick

Resenha: Pensei que Fosse Verdade - Huntley Fitzpatrick

Sinopse: A ilha de Seashell, onde passei minha vida inteira, é tudo isso e muito mais. No entanto, a única coisa que eu quero é ir embora daqui. Gwen Castle nunca quis tanto dizer adeus à sua ilha natal quanto agora: o verão em que o Maior Erro da Sua Vida, Cassidy Somers, aceita um emprego lá como faz-tudo. Ele é um garoto rico da cidade grande, e ela é filha de uma faxineira que trabalha para os veranistas da ilha. Gwen tem medo de que esse também venha a ser o seu destino, mas, justamente quando parece que ela nunca vai conseguir escapar do que aconteceu – ou da ilha –, o passado explode no presente, redefinindo os limites de sua vida. Emoções correm soltas e histórias secretas se desenrolam, enquanto Gwen passa um lindo e agitado verão lutando para conciliar o que pensou que fosse verdade – sobre o lugar onde vive, as pessoas que ama, e até ela mesma – com o que de fato é.

* Livro cedido em parceria com a Editora Valentina para divulgação.


Gwen é uma adolescente de família bem simples que vive na Ilha de Seashell, uma ilha onde a maioria das pessoas estão felizes e são bem de vida, mas Gwen não vê a hora de sair para estudar. Está aproveitando seu último verão já que a ideia é sair para faculdade muito em breve, e como sempre, trabalhando e estudando, tentando levar uma rotina normal, mas nesse verão, muitas coisas acontecem.

Muitos problemas de uma vez começam a acontecer para Gwen, desde a condição financeira de sua família que parece estar pior até mesmo em questão de amizade, e para completar, Cassidy, uma mágoa de seu passado, está mais presente na rotina de Gwen do que ela gostaria.

Pensei que Fosse Verdade foi um livro que me atraiu de primeira pois possui um enredo construído da maneira que mais me interessa, porém, acabei abandonando na primeira tentativa e só agora, alguns meses depois, consegui concluir a leitura. Dessa segunda vez que peguei para ler, com certeza consegui me concentrar mais e absorver a essência que a autora passou.

Temos uma protagonista super forte, diferente e marcante, que passa poucas e boas e luta para ser quem realmente é. A história conseguiu mostrar isso de modo muito leve, já que conhecemos a rotina de uma adolescente, suas inseguranças, necessidades, desejos e sonhos, junto com personagens secundários muito bem desenvolvidos.

Adorei a forma que a autora misturou a família atípica de Gwen (pelo menos comprado a maioria dos livros do gênero) juntamente com a mágoa e dúvidas do passado que ela tem em relação a Cass - inclusive, não consegui ter uma opinião formada sobre esse personagem. Todo esse enredo é um cenário que muitas pessoas podem vir a se identificar, então a leitura conseguiu me prende justamente por essa realidade tão palpável.

Narrado em primeira pessoa, apesar de muitas vezes a leitura ter sido um pouco repetitiva para mim, com certeza foi uma obra que se mostrou inteligente e muito bem escrita. Foi meu primeiro contato com a autora mas já queria ler há algum tempo Minha Vida Mora ao Lado e lerei em breve. Não superou minhas expectativas, talvez por eu ter demorado um pouco para realmente me conectar com a narrativa de Fitzpatrick mas ainda assim, valeu a pena.

7 comentários:

  1. Oi, Cat
    Eu peguei esse livro para ler despretensiosamente mas a leitura não vingou. Acabei achando o início chato e abandonei. Talvez eu volte a ler mas ainda não sinto interesse.
    Beijos

    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. As vezes isso acontece mesmo. A premissa de um livro nos interessa, mas por algum motivo, a primeira tentativa de leitura não dá certo. Por isso sou a favor de tentar mais uma vez. Pena o livro não ter superado o que você esperava dele, mas é bom tentar outros textos da autora =)

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    A premissa também me atraiu, pena vc não ter curtido tanto como esperava. As vezes não estamos também no espirito , já aconteceu comigo de ler um livro e não ficar muito satisfeita e depois anos mais tarde lembrar da história e mudar de ideia rs

    ResponderExcluir
  4. Já li uma amostra desse livro, mas não consegui me conectar com a história. Achei um pouco cansativa. não me senti empolgada para continuar a leitura, que sabe de uma próxima vez assim como você fez eu consiga. Adorei a resenha.Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro. Já li Minha vida mora ao lado e adorei. Foi uma leitura que me prendeu desde o começo e fiquei encantada pelos personagens criados pela autora.
    Pelo que percebi, ela manteve em Pensei que fosse verdade o aspecto que mais gostei no outro livro dela, a maneira real como a história é contada e forma como ela aborda a família.
    Uma pena que o livro não tenha superado suas expectativas, mas que bom que você resolveu dar uma segunda chance e tenha gostado da leitura. Espero ler ele em breve também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oii!
    Já tinha ouvido falar desse livro, mas para ser sincera não me atraiu nenhum pouco :/
    Mas adorei sua resenha e sinceridade em relação a leitura! Pena que o livro não foi tão bom quanto você esperava!

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Este negócio de enredo repetitivo acaba desmotivando um pouco. Mas vou deixar anotado, pois não conhecia o livro.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo