Prisma Literário: Resenha: A Guardiã da Minha Irmã - Jodi Picoult

Resenha: A Guardiã da Minha Irmã - Jodi Picoult

Sinopse: Concebida por meio de uma fertilização in vitro, Anna foi trazida ao mundo para ser uma combinação genética para a sua irmã mais velha, Kate, que sofre de leucemia promielocítica aguda. Aos 15 anos, Kate passa a sofrer de insuficiência renal. Anna sabe que se doar seu rim, ela terá uma vida limitada. Ciente de que terá de doar um de seus rins para sua irmã, Anna processa os pais para obter emancipação médica e direito sobre seu próprio corpo.















Em A Guardiã da Minha Irmã, conhecemos a história da família de Anna, uma jovem criança que veio ao mundo através de uma fertilização in vitro para que fosse completamente compatível com sua irmã mais velha, Kate, que foi diagnosticada com leucemia desde muito pequena. Anna sempre viveu em função de sua irmã mais nova já que passava por cirurgia e procedimentos médicos para que essa irmã tivesse uma expectativa de vida maior.

Quando a mãe de Anna pede que a filha aceite doar um de seus rins para Kate, Anna então começa a correr atrás de uma emancipação médica para ter seu direito de escolha, a partir desse fato, a família Fitzgerald passa por muitas provações, principalmente entre mãe e filha. Anna sempre sentiu que foi concebida apenas para o bem de Kate, como se a mãe enxergasse nela uma tabua de salvação para sua primogênita.

O livro é narrado principalmente pelo ponto de vista de Anna em primeira pessoa, mas também de sua mãe, de seu advogado, pai e irmão. Desde o inicio, Jodi Picoult consegue nos colocar em um drama familiar que irá te tirar o ar e automaticamente te fazer pensar no lugar da mãe de Anna, na própria Anna que está em um grande impasse e de todos que fazem parte dessa família.

O enredo foca não só no momento delicado que a família tem passado mas também em alguns flashbacks dos personagens, como por exemplo a descoberta da doença de Kate, o nascimento de Anna, a vida que levavam antes da leucemia acontecer. No presente, nos deparamos principalmente com a reação de cada membro da família diante a decisão de Anna e o que ela enfrenta para ter o que deseja. Imagino que muitos ficarão surpresos como a personagem se mostra madura e inteligente para sua idade e o quanto teve que se mostrar valente grande parte do tempo desde muito cedo.

A leitura se mostrou fluída em cada momento, a autora conseguiu criar uma história com personagens marcantes e que te cativam nos primeiros momentos, destacando o quanto há diferenças nas famílias e o quanto isso pode unir e distanciar. A luta que os Fitzgerald enfrentam nos faz refletir quantas família passam por isso o tempo todo, cheguei até mesmo a me sentir impotente e pensar ainda mais no próximo.

Para quem viu o filme Uma Prova de Amor e não leu o livro antes (como eu), podem esperar por um final totalmente diferente e completamente arrebatador. Fechei esse livro boquiaberta pensando se realmente havia lido e entendido certo, tanto que reli as últimas páginas para confirmar. Não é um final fácil e muito menos esperado, diria que é angustiante e provocador.

Com toda a certeza é uma leitura que vale a pena por inúmeros motivos, e principalmente pelos personagens tão bem desenvolvidos em uma história original, triste e marcante.

6 comentários:

  1. Olá
    Eu já cheguei a assistir esse filme e me emocionou de um jeito, espero poder ler o livro também. Fiquei interessada de o final ser diferente, mas se você gostou com certeza tem um +1 comigo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?

    Eu não conhecia o livro, na verdade, nunca havia pesquisado mas já vi várias vezes "Uma Prova de Amor" e sempre choro no processo haha Muito bom saber que o final do livro seja totalmente diferente da adaptação e com certeza irei anotar a dica.

    Bjs
    Blog Tell Me a Book

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu não conhecia esse livro e olha que sempre estou acompanhando os catálogos da verus, mas enfim, gostei de ver suas opiniões sobre essa obra, não é um livro que me vejo lendo agora, mas irei colocar na lista de leituras futuras. Parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Cara, eu nem sabia desse livro e muito menos do filme, vou procurar, pois achei incrível. Obrigado pela dica. Achei legal que você falou que os personagens são bem construídos, tornando a leitura bem fluída.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou fã demais de Jodi Picout, tenho todos que já foram lançados no Brasil e ela é sempre polêmica nos seus enrendos, eu assisti e li AGDMI este foi o primeiro, depois veio O Pacto e se vc me permitir sugiro que leia 19 minutos dela.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Olá, é uma história bem forte a desse livro, deve ser complicadíssimo estar tanto no lugar da garota quanto da mãe. É uma leitura que tenho vontade de fazer.

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo