Prisma Literário: Resenha: A Teoria de Tudo - Jane Hawking

Resenha: A Teoria de Tudo - Jane Hawking

Sinopse: A história de Stephen Hawking é contada pela luz da genialidade e do amor que não vê obstáculos. Quando Jane conhece Stephen, percebe que está entrando para uma família que é pelo menos diferente. Com grande sede de conhecimento, os Hawking possuíam o hábito de levar material de leitura para o jantar, ir a óperas e concertos e estimular o brilhantismo em seus filhos entre eles aquele que seria conhecido como um dos maiores gênios da humanidade, Stephen. Descubra a história por trás de Stephen Hawking, cientista e autor de sucessos como Uma breve história do tempo, que já vendeu mais de 25 milhões de exemplares. Diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica aos 21 anos, enquanto conhecia a jovem tímida Jane, Hawking superou todas as expectativas dos médicos sobre suas chances de sobrevivência a partir da perseverança de sua mulher. Mesmo ao descobrir que a condição de Stephen apenas pioraria, Jane seguiu firme na decisão de compartilhar a vida com aquele que havia lhe encantado. Ao contar uma trajetória de 25 anos de casamento e três filhos, ela mostra uma história universal e tocante, narrada sob um ponto de vista único. Stephen Hawking chega o mais próximo que alguém já conseguiu de explicar o sentido da vida, enquanto Jane nos mostra que já o conhecia desde sempre: ele está na nossa capacidade de amar e de superar limites em nome daqueles que escolhemos para compartilhar a vida. O livro que inspirou o emocionante filme A Teoria de Tudo.

Com 76 anos, o mundo perdeu um dos maiores físicos e contribuintes para a divulgação cientifica na mídia, Stephen William Hawking foi um físico teórico de muita importância, tendo vários trabalhos publicados, como Uma Breve historia do Tempo e O Universo Numa Casca de Noz. Muitas obras contaram sua historia de vida, mas eu quero ressaltar uma que me marcou e me fez conhecer o cientista que foi.

A Teoria de tudo, adaptação de Travelling to Infinity: My Life with Stephen, lançado em 2014, conta a historia de Stephen William Hawking, um estudante de física prestes a terminar o trabalho de sua vida, quando um problema se manifesta, algo que ameaça sua vida e todo o trabalho ao qual se dedicou, porém com a ajuda de sua amada Jane Beryl Wilde, uma estudante que toca o coração de Stephen, passa a ajuda-lo a concluir seu trabalho e se torna para ele, única.

O filme foi uma adaptação de Travelling to Infinity: My Life with Stephen, escrito por Jane Hawking, onde ela conta sua historia e como foram os anos que ficou junto ao Stephen Hawking, com quem se casou, teve três filhos e viveu boa parte da vida junto antes de se separarem.

Eu, pessoalmente, adorei o filme e o livro, as obras mostram o teor da física da forma mais bela possível, deixando questões matemáticas e quantificáveis de maneira simples, apenas apresentando o magico da ciência, tendo como foco principal a relação dos dois e como foi o processo para a adaptação de ambos com a doença degenerativa de Hawking (Esclerose lateral amiotrófica, ou ELA).

O filme conta com uma ótima atuação e uma caracterização impecável por parte dos atores, passando perfeitamente a mensagem que o filme emprega, algo que me fascinou, pois nunca pensei que uma biografia poderia ser tão marcante, foi algo que coloca a prova a frase de Stephen Hawking "Onde há vida, sempre haverá esperança".

Eu tive o prazer de ler as obras escritas por Stephen Hawking, e me fascinei com todas, pois apesar do caráter cientifico, são bem feitas, explicadas e transformam a história do universo em um conto para se ler antes de dormir ou apenas por prazer em um momento de descanso, não tendo aquele peso que livros de ciência normalmente trazem consigo. Em questão, o livro da Jane, Travelling to Infinity: My Life with Stephen, não tive a oportunidade para ler, mas leria sem pensar duas vezes.

Em nota especial, eu sou um estudante de Física, trabalho com física experimental e electromagnetismo, mas Stephen Hawking, apesar de ser um físico teórico e cosmologo, sempre me serviu de inspiração, sempre o admirei muito, foi um dos motivos pela qual sigo nessa vida, um dos motivos ao qual me apaixonei por física e quero isso pra minha vida, mesmo que essa não seja sua área de interesse, veja o filme, pois trata do fenômeno científico mais magnifico que o universo já teve a honra de presenciar, a vida.

Uma homenagem ao Prof. Stephen W. Hawking, PhD. Seu legado vive na ciência.

5 comentários:

  1. Oi flor, foi uma grande perda para o mundo ele ter nos deixado, é de fato um milagre ter vivido tanto tempo como poucos acreditavam, mas uma vitória por ter conquistado o mundo com seus livros e suas matérias que revolucionaram a todos.
    Sobre o livro, ainda não tive a chance de ler nenhum dele, mas o filme conferi e a adaptação foi incrível.
    http://www.kammykrysthin.com/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  2. Olá Cat, tudo bem?
    Ainda não li esse livro, mas assisti o filme e me emocionei muito com a história, exatamente por isso o livro entrou na minha lista de leituras e pretendo ler ainda esse ano. o Stephen Hawking sempre será uma inspiração para todos nós, seja por seu trabalho com a fisica ou pela sua luta pela vida. Que bom que você curtiu a leitura, sempre sigo as suas dicas e nunca me arrependi.
    Amei a resenha e senti como uma homenagem ao Stephen por sua vida e por sua lição para todos nós.
    Parabéns. Amei!

    ResponderExcluir
  3. oi,Felipe... eu tenho curiosidade em ler a obra e ver o filme... há mtos anos tinha lido O universo numa casca de noz... uma pena o mundo ter perdido uma personalidade tão importante para a ciência como foi Stephen Hawking...
    linda resenha...
    bjs...

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem ?
    Eu comprei o livro mas ainda não o li, vi que o filme está na Netflix, mas tb não assisti rsrsrs.
    Acho bem interessante todo o conhecimento que ele nos trouxe, uma inteligencia sem igual. Uma pena termos perdido.

    ResponderExcluir
  5. Não li a obra, mas comecei o filme, acho que não estava no meu momento para tal e acabei não concluído, porém, pretendo fazer isso mais pra frente, não achei o filme ruim, só não estava no momento.

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo