Prisma Literário: Resenha: Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur

Resenha: Outros Jeitos de Usar a Boca - Rupi Kaur

Sinopse: Outros Jeitos de Usar a Boca é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.








Muitas vezes, ao invés de lermos um livro, o livro nos lê. Foi isso que aconteceu ao iniciar a leitura Outros Jeitos de Usar a Boca. Já faz um bom tempo que vejo o livro sendo comentado em resenhas, nas redes sociais e por colegas, até que finalmente consegui obter através de uma troca e só posso dizer que foi uma leitura que me salvou.

Rupi Kaur começa com poemas que retratam violência e abuso contra a mulher, ou seja, ela não espera para emocionar e impressionar, então logo nas primeiras páginas, você já se encontra com um nó na garganta. E talvez tenha sido isso que me envolveu de tal forma que quando dei por mim, já estava praticamente nas últimas páginas, mesmo querendo que a leitura não acabasse, não conseguia parar de devorar cada página.

Esse livro me encontrou em um momento de turbulência tão grande em meu coração e minha cabeça, que me senti acolhida a cada página, senti que cada poema era escrito para mim, como se a autora tivesse entrado no meu corpo e descoberto meus sentimentos para coloca-los no papel. Tanto os poemas sobre amor e relacionamentos e os poemas sobre aceitação. A cada virada de página, era um tapa na cara por revelar verdades, e dar nomes a sentimentos que eu ainda não havia conseguido.

Tenho um costume de marcar frases ou páginas que gosto nos livros com post-it, não preciso nem dizer que quase acabei com meu post-it de tantos pormas marcados que me identifiquei. Eu estava realmente me sentindo sozinha, até que as palavras me acolheram. Não sei quantas pessoas se sentiram como eu ao ler o livro, acredito que o gostar de uma leitura tenha muito a ver com o momento que você se encontra, e eu não poderia ter escolhido um momento melhor, e devido a isso o livro acabou se tornando um dos meus favoritos do ano e estamos só em março.

Apesar do ano estar apenas no inicio, inúmeras coisas aconteceram comigo nesses dois meses e poucos dias que se passaram, seja no quesito familiar, profissional, pessoal e principalmente amoroso. Foi incrível poder achar algo que descrevesse exatamente como estou me sentindo em relação ao amor. Fez com que eu pensasse muito mais em mim, pois a autora foca muito no amor próprio, e ás vezes estamos tão ocupados tentando ajudar os outros que esquecemos completamente de nós, e essa leitura fez com que eu me lembrasse de mim mesma e o quanto eu mereço me amar e ser amada.

Os poemas retratam assuntos diversos, todos sempre voltados a nós, mulheres. Adorei ver o quanto de empoderamento me deparei, o quanto a autora demonstrou sororidade, o quanto muitas mulheres se sentiram e se sentirão acolhidas como eu. Estou sendo quase uma garota propaganda de tanto que estou indicando a todas as mulheres ao meu lado.

Poderia passar mais horas falando sobre o quanto vale a pena a leitura, mas imagino que vocês conseguiram me entender. Com certeza lerei outras obras de Rupi, e com certeza relerei essa obra inúmeras vezes para colocar na minha cabeça o quanto vale a pena me colocar em primeiro lugar, lembrar que eu mereço mais e lembrar que se uma pessoa quer ficar, ela vai ficar.

11 comentários:

  1. Não sou muito fã de Poemas e Poesias, mas esse livro em especial, já havia me chamado a atenção pela capa antes, e depois de tantas resenhas positivas, eu fiquei realmente com vontade de ler!
    Sua resenha ficou incrível e eu com certeza já estou anotando a dica!!

    beijinhos!!

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Oie. Eu acho esse livro de uma natureza sensacional. Ainda não o li mas com certeza pretende. Achei muito poética sua resenha. Senti seus sentimentos. Parabéns.
    Beijos.

    Blog: fanficcao.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Eu adoro ler poesias, e esse parece ser um daqueles livros que "fala" com a gente. Adorei a resenha e fiquei curiosa pra ler!

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Também tenho visto muitas resenhas sobre esse livro e quase sempre são repletas de elogios. Apesar de achar interessantes as temáticas que a autora aborda, eu não gosto de poemas. Apesar de ter alguns que acho muito bonitos, é um gênero que na maioria das vezes não me prende.
    Vou passar a dica desta vez, mas adorei sua resenha e fico muito feliz que tenha gostado tanto da leitura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu também finalmente consegui ler esse livro tão comentado, li no mês passado, e fico contente ao ver que você se identificou tanto assim com ele. Eu também gostei muito do livro.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Ola
    Um amigo me indicou esse livro por eu gostar de poemas, e tenho ceretza, ainda mais após ler seu post , que vou adorar a leitura. Espero poder ler em breve.
    Bjus

    ResponderExcluir
  7. oi, Cath... eu tô encantada com esse livro, outro dia vi a versão capa dura e fiquei namorando querendo ter pra mim ahahaahh pelos trechos que vejo as pessoas postando na net, é certeza que vou amar o livro, além da própria mensagem de emponderamento que ele nos traz...
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Até que curti a ideia proposta, mas não gosto muito de ler poemas.
    Parece ter uma boa variedade dentro do mesmo tema, achei bem interessante.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  9. Oii flor, tudo bem??
    É tão bom quando um livro fala com você, te encontra no momento que você precisava daquela leitura... Não costumo ler livros de poemas mas com certeza recomendarei esse livro pra minha amiga que ama poemas.
    Obrigada pela dica! :)

    ResponderExcluir
  10. Não tenho o livro, mas já vi diversas poesias dele por aí e me identifiquei com varias! A Rupi sabe o que faz!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Eu estou bem curiosa para ler esse livro, sempre vejo comentários bem positivos sobre ele :) gostei da resenha.

    Bjs!

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo