Prisma Literário: Resenha: Messias de Duna - Frank Herbert

Resenha: Messias de Duna - Frank Herbert

Sinopse: Segundo volume da série iniciada por Duna, esta narrativa se concentra no plano psicológico. Paul Atreides, o messias, é atormentado por dúvidas e visões, submetido à chantagem dos que dele querem arrancar concessões políticas em troca da ressurreição de sua amada, e vê no futuro a morte dos filhos e a loucura sanguinária da Jihad - a guerra santa em nome da qual se mata e destrói.



*Livro cedido em parceria com a Editora Alph para divulgação.


Resenhas:
Duna
Filhos de Duna





Messias de Duna é o segundo livro das Crônicas de Duna e se passa doze anos após os eventos de Duna. Arrakis, planeta mais conhecido como Duna, tornou-se o centro do Imperium, após a ascensão do novo imperador. Assim que saiu a novidade de que o livro foi lançado, eu já estava com uma ansiedade gigante e com uma expectativa que não conseguia controlar.

Frank Herbert, criador das Cronicas de Duna, apresenta seu novo livro, Messias de Duna, apresentando os mesmos elementos de seu antecessor, explorando de maneira incrível e bem desenvolvida desde temas políticos e religiosos até sociais, tudo isso com um controle esplendido sobre o tema de maneira que consegue simplificar fatores tão complexos.

Anos após a ascensão de Paul Atreides ao trono do Império, o maior reinado já visto na galáxia, se vê ameaçado por uma conspiração diabólica, que busca destruí-lo por dentro. Essa trama de intriga e premonição é o mote de Messias de Duna.

 Abordar uma serie tão amada quanto as Crônicas de Duna é tão complicado, se não mais, do que falar de Mad Max em 2018. O livro, apesar de atemporal, se prende ao tempo em que foi escrito, apesar de muitos pensamentos ainda serem aplicados em situações comuns, outros temas acabaram por se desgastar ao longo do tempo, se tornando certas vezes exaustivos de se ver no livro (não que isso classifique o livro como sendo ruim), mas ainda assim, corre-se o risco de muitos leitores considerarem o tema "passado" demais.

Este é o menor de sua trilogia, tendo quase um terço da quantidade de páginas que os outros dois, porém isso não o desclassifica de estar no mesmo nível, se mostrando ser de suma importância para o desenrolar do arco geral, mas apresentando uma historia "a parte" de seu antecessor e subsequente. O autor conseguiu apresentar muito conteúdo e acontecimento mesmo que em poucas páginas, o que me fez devorar a leitura de forma rápida e ansiando por mais ao chegar na última página.

O livro recebeu uma adaptação cinematográfica em 2003, porém não tive oportunidade de assistir. Devido a criticas, me chamou a atenção e talvez eu venha a assistir pois fiquei curiosa e tento imaginar como um enredo tão interessante e complexo foi abordado em forma de filme. Recomendo o livro para qualquer amante de fantasia, posso classificar esse livro como sendo a perfeita mistura entre Star Wars e Senhor dos Anéis, ou seja, está realmente imperdível.

9 comentários:

  1. Oi Felipe, tudo bem?
    Eu gosto muito de livros de sci-fi e tenho muita curiosidade para ler essa série, justamente por levantar tantas questões políticas e sociais. Eu sempre me surpreendo com livros futuristas escrito a muitos anos atrás, principalmente quando o autor coloca elementos atemporais em sua trama, mesmo com alguns pontos fatídicos eu sempre me divirto com leituras assim. Um autor que gosto bastante é Asimov e as suas tramas tem muitos desses aspectos.
    Pretendo ler a coleção completa.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Olá

    Eu confesso que não costumo fazer leituras de gêneros caracterizados como fantasia. Nunca fui fã de Star Wars e Senhor dos Anéis (rsrs). Fiquei um pouco perdida durante a leitura, pois não conhecia o autor e nem "As crônicas de Duna", o que não teria a significância de sua resenha para os amantes de fantasia e dessa obra em específico.
    Posso dar oportunidade a mim mesma de conhecer futuramente as obras de Frank Herbert.


    =**

    ResponderExcluir
  3. Olá!! :)

    Eu devo dizer que nunca tinha ouvido falar deste livro nem mesmo da trilogia na qual se integra!

    Ainda bem que gostaste assim tanto, e que o menos numero de paginso não lhe retira qualidade!!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Fe!

    Adorei sua dica e suas palavras, ainda mais quando essa bonitas viram filmes, adoro ver, mesmo que para criticar, vai entender né?!
    Sou uma grande fã de fantasia, anotei sua dica!

    Paula Juliana
    Overdose Literária
    https://overdoselite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá Felipe,
    Eu não sabia que Duna fazia parte de uma série, pois sempre fiquei interessada em ler ele pela capa. Amei sua resenha, apesar de ter captado algumas coisas que consigo falhas nesse livro e isso me incomoda. Não sei se poderei me arriscar em ler, principalmente, nesse momento.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Que bacana a sua resenha, pra mim o primeiro livro de Duna era único hahaha.
    Que bom que o segundo foi melhor que o primeiro, espero que o terceiro te surpreenda ainda mais, mesmo tenso menos páginas e tals rsrs

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    O nome da série acabou me cativando haha
    As capas não são tão atrativas, mas o enredo em si me parece ser bem cativante e dar margem para viajamos em mundos diferentes e com personagens bem desenvolvidos.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oie! Que bom que você curtiu a leitura, e mesmo não gostando de livros desse gênero nunca tinha visto nenhum amigo fazer resenha dele. beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá Felipe!! Tudo bem??

    Eu ainda não conhecia essa história nem o autor, mas achei essa história interessante, vou procurar mais sobre o primeiro volume dessa série.

    Obrigada pela dica. :)

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo