Prisma Literário: Resenha: Pense como Freud - Hannes Etzlstorfer e Peter Nomaier

Resenha: Pense como Freud - Hannes Etzlstorfer e Peter Nomaier

Sinopse: Coleção de citações, máximas, observações e tiradas do pai da psicanálise sobre assuntos que vão desde política, história e religião até amor e sexo. Além de reunir passagens das principais obras de Freud, este livro também traz as cartas pessoais desse gênio para seus amigos e familiares. Organizado em dez capítulos temáticos, esta compilação proporciona uma visão representativa de todo o trabalho de Freud, além de demonstrar seu domínio excepcional da linguagem, a amplitude e profundidade do seu conhecimento e o caráter complexo da sua personalidade.

*Livro cedido em parceria com a Editora Cultrix para divulgação.









Pense Como Freud nos apresenta não só partes da história de Sigmund Freud mas também diversas frases e pensamentos que marcaram o mundo da Psicologia e da Psicanalise. Freud, conhecido mundialmente como o pai da psicanalise nos deixou uma bagagem de estudos muito grande que é aproveitada e aprimorada por inúmeros psicanalistas.

Assim que tive acesso ao livro fiquei imensamente curiosa pois para quem não sabe eu sou estudante de Psicologia e apesar de Freud não ser um dos meus autores favoritos, eu sempre fico muito curiosa em relação aos seus trabalhos até porquê a psicanalise existe graças à ele. Existem opiniões muito divergentes sobre Freud, à os que amam e à os que odeiam.

Eu tenho a opinião de que apesar do material muito interessante que nos é dado sobre Freud, também devemos pensar que vivemos hoje em uma outra época, o que requer novos estudos e teorias. Há psicólogos que se baseiam nas teorias de Freud porém adaptando ao mundo contemporâneo e isso é extremamente válido.

Há teorias de Freud que eu não concordo mas justamente por ele estar inserido em uma época e contexto completamente diferente, ou seja, para época fazia mais sentido. Foi uma experiência muito valiosa poder ler esse livro e saber ainda mais do que aprendo na sala de aula e poder ver o quanto o pai da Psicanálise contribuiu para o que é a Psicanálise hoje.

A capa e a edição no geral está muito bem feito. O livro tem passagens rápidas já que são frases selecionadas de obras. Foi uma leitura rápida e que me fez refletir horrores, então espero poder ler mais obras do autor e poder aprender cada vez mais.

5 comentários:

  1. Olá, ainda não conhecia esse livro. Achei interessante para conhecermos mais sobre o Freud, que como você disse, fez um trabalho de grande importância em sua época, ainda que hoje já tenhamos algumas opiniões diferentes.

    ResponderExcluir
  2. Olá!! Gosto demais de livros que falam da psicologia. É muito bom entendermos o que se passa na vida de uma forma diferente, conhecer bem o interior. Amei a indicação.
    Beijocas.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá,tudo bem ?
    Eu acho Freud um pouco complexo e controverso, talvez por gostar mais da linha de Jung, que embora tenho sido seu discípulo me envolve com a teoria de totens. Enfim, é um tema que gosto e dificil achar em uma linguagem fácil. Dica anotada.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cath!
    Eu estudei muito Freud quando era da Pedagogia e nunca consegui gostar dele. Na verdade, acho que ele era bem babaca. Entendo o contexto da época, mas mesmo naquele momento histórico havia homens que não era retrógrados, ao contrário do Freud. Então vou passar a dica do livro. Mas tua resenha está boa, apenas conheço muito as teorias dele pra conseguir ler mais alguma coisa desse homem.

    ;*

    ResponderExcluir
  5. Olá! Catharina!
    Não é o tipo de leitura que eu mergulharia de cabeça de livre e exponencia vontade... Mas, admiro quem o faz, é tão culto. rsrs
    Parabéns pela tortur...ops! Leitura! KKK
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo