Prisma Literário: Resenha: A Garota de Boston - Anita Diamant

Resenha: A Garota de Boston - Anita Diamant

Sinopse: "A Garota de Boston" de Anita Diamant, é um inesquecível romance sobre a jovem judia Addie Baum, e se passa no começo do século XX, retratando a vida de uma mulher espirituosa, filha de um casal de imigrantes judeus. Crescendo em North End of Boston, um bairro multicultural, a inteligência e a curiosidade de Addie inserem-na em um mundo com o qual seus pais não estão acostumados a lidar: saias curtas, filmes, celebridades e novas oportunidades para as mulheres. Ela quer terminar o ensino médio, sonha em entrar na faculdade, seguir uma carreira e encontrar o verdadeiro amor. A Addie de agora, com oitenta e cinco anos, nos conta suas aventuras com humor e compaixão pela tola garota que ela foi um dia. Acompanhamos sua jornada do apartamento de cômodo único, dividido com os pais e as irmãs. Do primeiro e desastroso affair até a chegada do amor de sua vida. Igualmente aos seus romances anteriores, A garota de Boston é emocionante e cheio de detalhes históricos. Retrata a vida complicada de uma mulher no começo dos anos 1920 na América do Norte, e apresenta uma fascinante visão da geração de mulheres que foi em busca de seus lugares num mundo em mutação. Um romance viciante que eleva temas como o amor, a amizade e a família.

*Livro cedido em parceria com a Editora nVersos para divulgação.

Addie é uma jovem de família judia extremamente conservadora. A mãe de Addie nunca concordou com a ideia de a jovem estudar, pois tem a ideia de que é mais importante trabalhar para colocar dinheiro dentro de casa, o que naquela época era o esperado. Porém, Addie sempre foi uma menina inteligente e com anseio de ver mais do mundo, então tem o sonho de fazer faculdade e montar sua carreira.

A Addie que está narrando na verdade tem 85 anos, pois conta para sua sobrinha como foi sua adolescência e o que aconteceu para estar onde está hoje. Sendo assim temos toda a história da personagem desde sua juventude até sua terceira idade. Não preciso nem dizer o quanto a protagonista conquista e nos faz vê-la como uma verdadeiro heroina por brilhar no meio de uma sociedade tão conservadora e machistas.

Anita mostra através de sua narrativa como uma jovem tem o poder de ser tão diferente das pessoas que a cercam. O foco é justamente o quão chocante era naquela época uma moça que queria realmente estudar e ter uma carreira além de usar roupas curtas, gostar de dançar, cinema, música e tudo que era visto como promiscuo na época. A leitura começou então a se tornar cada vez mais viciante por mostrar como a mulher tentava conquistar seu espaço naquela época e quão difícil era.

O romance não se trata só sobre uma jovem revolucionária mas também sobre uma geração de mulheres que querem conquistar seus direitos. Além de de dar enfase na importância da amizade, do amor e da família. Tudo isso narrado em primeira pessoa e com uma leveza incrível.

Foi incrível acompanhar a jornada de uma personagem que representa muitas mulheres no ambiente familiar conservador e ver o quanto ela amadureceu e conseguiu se colocar e conquistar o lugar que queria no mundo. A leitura é daquelas que nos da esperança e nos faz refletir o quanto conquistamos e quanto isso nos custou.

Uma leitura que com certeza me fez sorrir, refletir, sonhar e ter orgulho. Com certeza recomendo à todos que buscam saber mais sobre o histórico feminista e o quanto a mulher era vista de uma forma inferior.

9 comentários:

  1. oiii tudo bem ?
    ainda não conhecia o livro , a capa e bem interessante a sinopse me chamou bastante a atenção depois da sua resenha me deu vontade de ler parabéns.

    bjss

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito dessa temática de colocar a mulher no centro e deixar que ela conte sua história. É um livro que eu leria, com certeza.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Eu não conhecia esse livro e a editora também não estou lembrando. Achei a sua resenha muito boa, a temática é interessante e me despertou curiosidade, fiquei com vontade de ler A Garota de Boston. Dica anotada!
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oii
    Ultimamente estou lendo muitos livros com essa temática sobre mulheres revolucionárias e que fazem ou fizeram a diferença. Histórias como essa sempre inspiram e incentivam outras mulheres a lutar pelo que acreditam!
    Dica anotada!
    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    A capa já chama a atenção de cara e amei saber que se passa (uma parte) na década de 20, ainda mais sabendo que tem uma mulher como protagonista e as relações dela com a família e o mundo.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Essa temática está realmente em alta. Isso é bom! Precisamos de mais heroínas nos representando e nos inspirando. Gostei da dica.
    Anotado!
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  7. Como vai? Se eu visse pela capa não leria e a sinopse não parece dar ou mostrar a profundidade que notei pela sua resenha, não sei se leria por agora mas fiquei curiosa pela simplicidade que o livro aparenta ser e passar :)

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas curti bastante a premissa. Adoro protagonistas que não desistem de lutar pelo que querem, mesmo que seja muito diferente do que a sociedade espera. Amo leituras que nos fazem refletir e nos dão esperança.

    ResponderExcluir
  9. Interessante, mas é o tipo de leitura que eu não costumo começar sem uma boa recomendação. Acho que gostei!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo