Prisma Literário: Resenha: Os Homens Explicam Tudo Para Mim - Rebecca Solnit

Resenha: Os Homens Explicam Tudo Para Mim - Rebecca Solnit

Sinopse: Em seu ensaio icônico “Os Homens Explicam Tudo para Mim”, Rebecca Solnit foca seu olhar inquisitivo no tema dos direitos da mulher começando por nos contar um episódio cômico: um homem passou uma festa inteira falando de um livro que “ela deveria ler”, sem lhe dar chance de dizer que, na verdade, ela era a autora. A partir dessa situação, Rebecca vai debater o termo mansplaining, o fenômeno machista de homens assumirem que, independente do assunto, eles possuem mais conhecimento sobre o tema do que as mulheres, insistindo na explicação, quando muitas vezes a mulher tem mais domínio do que o próprio homem. Por meio dos seus melhores textos feministas, ensaios irônicos, indignados, poéticos e irrequietos, as diferentes manifestações de violência contra a mulher, que vão desde silenciamento à agressão física, violência e morte. Os Homens Explicam Tudo para Mim é uma exploração corajosa e incisiva de problemas que uma cultura patriarcal não reconhece, necessariamente, como problemas. Com graça e energia, e numa prosa belíssima e provocativa, Rebecca Solnit demonstra que é tanto uma figura fundamental do movimento feminista atual como uma pensadora radical e generosa.
*Livro cedido em parceria com a Editora Cultrix para divulgação.

Sabe aquele livro que você bate o olho e pensa "quero"? Foi exatamente o que aconteceu quando tive a oportunidade de folhear o livro na livraria antes mesmo de ter visto a notícia d elançamentos da editora Cultrix que é parceira do blog.

Rebecca Solnit nos narra o quanto as mulheres ainda em pleno século XXI é ignorada, seja em suas vontades, argumentos ou opiniões. Rebecca não só enfatiza que já conquistamos muito até aqui e devemos nos orgulhar disso, mas também o quanto ainda precisamos conquistar e o quanto ainda a mulher é vista como menos que o sexo masculino.

O sexismo, machismo e misoginia está implantado em nossa cultura desde os inícios do tempo, isso não é segredo para ninguém, e olha que sempre fui péssima aluna quando se trata de história mas sei o mínimo para poder dizer o quanto a mulher sempre foi feita de submissa. Antigamente eu dizia em alto e bom tom que nasci na época errada e deveria ter nascido há muitos séculos atrás, hoje sou muito agradecida por estar num momento onde a voz feminina tem mais poder, onde apesar de haver muitos pontos ruins, também temos muito a agradecer pelas pessoas que lutaram pela nossa causa.

O livro de inicio parece se tratar e focar apenas na questão do mansplaining mas logo Rebecca nos mostra o há por trás desse pequeno fenômeno que apesar de parecer simples e inocente, se for visto de uma forma geral, é notável o quanto ele produz violência e inferioridade. Em muitos momentos segurei o choro ao ler dados que mostram a quantidade de violência/estupro que houve no passado e que ainda há (números quase inacreditáveis).

Os Homens Explicam Tudo Para Mim explora de forma direta, real e triste o modo como a figura feminina ainda é alvo de desconfiança, exploração, objetificação e diversos outros adjetivos que nos fazem pensar: será que um dia a tal violência doméstica chegará a mim ou a alguma das minhas familiares/conhecidas/amigas? Pois temos a falsa ideia de que se não está ao nosso redor, é porque não existe ou quase não existe. Esquecemo-nos de pensar nas outras sete bilhões de pessoas.

O livro me fez ter uma outra visão sobre as pessoas que nos rodeiam. Me fez pensar que jamais devemos generalizar, seja um homem ou uma mulher, mas também, que devemos levar em consideração o quão importante é estar atenta. É muito bom ver como não só mulheres mas também homens se mobilizam hoje em dia quando falamos do feminismo mas ainda é muito triste pensar que as pessoas tem a ideia de que o feminismo é a ideia de que mulheres odeiam/querem o fim dos homens.

Imagino que com um pouco de pesquisa e informação, a ideia do feminismo pode ser mais clara a todos, mais aceitável e admirável. O feminismo não se trata só das mulheres mas de todos e Rebecca conseguiu mostrar isso da melhor forma nesse livro que conseguiu me fazer ficar vidrada a cada página.

13 comentários:

  1. Olá,
    Confesso que o título do livro me incomodou inicialmente e não é pelo fato de se falar tanto em emponderamento e sim por soar como algo extremamente machista e me incomodar, mas como bem dito em sua resenha é o reflexo de nossa sociedade. O fato é, como você também citou, é que não podemos generalizar e eu concordo com isso, nem todos somos iguais, seja homem, mulher ou o que for.
    Conteúdo interessante e bem abordado. Parabéns pela resenha.
    Beijos
    www.estilo-gisele.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie
    Vou ser honesta. Eu nem conhecua o livro. Mas acho que naão iria ler acredito que a história me parece machista demais e eu odeio livros assim hehehehehe quando me incomidam demais não curto

    ResponderExcluir
  3. Oi Catharina!
    O livro parece ser bem interessante e trata de assuntos que são bem presentes na nossa realidade. Não é o tipo de leitura que estou acostumada a fazer, mas mesmo assim me interessei e acho que até me arriscaria.
    Também era como você e dizia sempre que nasci na época errada. Hoje agradeço demais pela época em que vivo, as coisas antes eram mil vezes piores.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi! Que livro interessante!
    Há alguns dias li exatamente um livro que fala sobre a conquista das mulheres ao longo dos milênios, mas muitas vezes sofrendo horrores da sociedade machista que ainda persiste em existir.
    Concordo que estamos vivendo em uma época mais livre de direitos iguais, mas ainda há desigualdade. E triste ainda é perceber que pensam que feminismo é coisa de mulher que odeia homem. Precisamos muito abrir a mente ainda de algumas pessoas.
    Dica anotada! Adorei sua resenha! Beijão:*

    ResponderExcluir
  5. Olá, poxa que bom ter a oportunidade de conhecer esse livro aqui. A reflexão que ele traz é muito importância para o momento em que vivemos. Você, eu e todas as mulheres, acredito, já sofreram algum tipo de violência por ser mulher, mas muitas de nós nem perceberam, pois muitos casos são vistos como coisas normais, pois é natural uma mulher ser subjugada. Amei sua resenha, pois vi que a leitura te acrescentou algo. Amei, vou anotar a dica!!! Bjs

    ResponderExcluir
  6. Eu também costumava falar que nasci na época errada, até que me dei conta do quão idiota eu estava sendo por falar isso - quer dizer, em outras épocas eu mal poderia FALAR, que o fará reclamar. Ainda bem que vivemos no século XXI - que é bem avançado, mas ainda precisa melhorar bem mais. Essas questões de machismo, misoginia e afins simplesmente não podem continuar e é maravilhoso que agora haja tanta gente falando sobre isso - finalmente.

    ;*

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia esse livro, mas, apesar de não ser muito meu estilo, me interessei pela temática. Infelizmente, esse é um assunto ainda muito presente na nossa sociedade e precisa ser muito discutido sim.
    Acho inacreditável que em pleno século XXI o machismo e a misoginia ainda estejam também presentes. E, ainda pior, é ter pessoas que, como você mencionou, acham que o feminismo é odiar os homens.
    Adorei a resenha e, com certeza, vou anotar a dica. Parece ser aquele tipo de livro que todos deveriam ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. deve ser uma leitura impactante,pelo titulo eu estranhei até ler sobre do que ele trata...
    certamente se tiver uma oportunidade, lerei em breve.. quem sabe adquira na bienal esse ano :)
    bjs...

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Não conhecia o livro e a sinopse chamou demais minha atenção para saber mais sobre esse episódio onde a autora não conseguiu sequer dizer que era a autora da obra. Creio eu que esse livro trata de uma maneira bem irônica e interessante como os homens ainda são primitivos e acham-se melhores do que nós mulheres nos mais diversos âmbitos.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  10. Que livro lindo!
    Concordo com todas as suas palavras, nós conquistamos muito até aqui, mas ainda há um longo caminho a ser percorrido. É nítido ver que estamos conseguindo dia após dia sermos ouvidas, mas ainda não é o bastante, pois ainda existe muito preconceito, muito desrespeito... enfim, minha parte eu já faço todos os dias, mas espero poder conhecer ainda mais sobre o assunto pra poder fazer ainda mais por todas nós <3
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Essa capa é bem incrível ein? Não sei se faria a leitura no momento, mas realmente é um livro que tem que ser lido! Vou deixar o nome anotado.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  12. Oie.
    O assunto do livro parece ser bem interessante, mas confesso que ele não me chamou atenção suficiente para me dar vontade de ler.

    ResponderExcluir
  13. Gostei bastante da premissa da livro e fiquei até curiosa para saber mais sobre a visão da autora referente o assunto, até pq o nome da livro trás várias vertentes possíveis. Adorei a dica.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo