Resenha: Quarto - Emma Donoghue

11:13

Sinopse: Para Jack, um esperto menino de 5 anos, o quarto é o único mundo que conhece. É onde ele nasceu e cresceu, e onde vive com sua mãe, enquanto eles aprendem, leem, comem, dormem e brincam. À noite, sua mãe o fecha em segurança no guarda-roupa, onde ele deve estar dormindo quando o velho Nick vem visitá-la. O quarto é a casa de Jack, mas, para sua mãe, é a prisão onde o velho Nick a mantém há sete anos. Com determinação, criatividade e um imenso amor maternal, a mãe criou ali uma vida para Jack. Mas ela sabe que isso não é suficiente, para nenhum dos dois. Então, ela elabora um ousado plano de fuga, que conta com a bravura de seu filho e com uma boa dose de sorte. O que ela não percebe, porém, é como está despreparada para fazer o plano funcionar.
*Livro cedido em parceria com a Editora Verus para divulgação. 




Jack é um menino que acaba de completar cinco anos e o Quarto, onde vive com sua mãe, é o único lugar que conhece no mundo. Jack nasceu e cresceu dentro desse quarto, passando suas noites dentro de um guarda roupa. Sua mãe é o único ser que Jack já teve algum contato. A mãe tenta fazer o possível para que o filho tenha uma boa vida lá dentro, ensinando-o a ler, conversando, fazendo "aulas de educação física" e protegendo o máximo que pode do Velho Nick.

O velho Nick é o motivo de Jack e sua mãe estarem presos no quarto há sete anos, pois sequestrou a mãe a prendeu no quarto desde então. Nick é a única possibilidade de sobrevivência de ambos já que é ele quem trás a comida que eles consomem, compra vestimentas e outras necessidades básicas. Nick só aparece na parte da noite que é quando Jack está dormindo, pois sua mãe não deixa nem que ele passe os olhos por Jack, por isso o coloca no guarda roupa durante a noite.

Narrado em primeira pessoa, pelo ponto de vista do próprio Jack, Quarto nos conta como é o mundo para um garotinho que só conhece uma pequena parte dele. É muito difícil para Jack entender que existem mais pessoas além dele e da mãe e que as coisas que assiste na televisão são reais. A inocência do Jack é provavelmente o ponto mais forte da narrativa e foi incrível o modo que a autora retratou isso com tanta simplicidade e excelência.

Eu infelizmente acabei cometendo o erro de assistir ao filme antes, mas ainda assim, a leitura não perdeu a magia. O filme é bem fiel a história, pelo menos os pontos mais importantes são. Os personagens são pensados de forma estratégica tanto no filme quanto no livro, o que nos conecta muito com a situação.

Ler os pensamentos de uma criança, ainda mais uma criança criada de modo tão diferente foi uma experiência única. Por mais que ficcional, a história é contada de um modo que parece real, pois sabemos que há casos assim o tempo todo. A autora soube muito bem conduzir e de fato, entrar no mundo de uma criança e adotar o olhar dela para criar o livro.

A relação entre mãe e filho é de dependência, e podemos entender muito bem o porquê já que um possui ao outro e apenas isso. São tantos pontos a ser citados e analisados que eu poderia escrever umas quarenta páginas mas resumo aqui minha satisfação ao ver que a leitura superou minhas expectativas.

O que mais gostei na leitura foi o choque que tive ao perceber que não havia pensado o quão chocante seria para Jack sair de lá, pois ali era o mundo que Jack estava costumado e apesar de ser algo ruim para sua mãe, para ele não era percebido dessa forma já que ele não sabia a diferença que seria sua vida em outros contexto. Isso me fez pensar na questão de adaptabilidade do ser humano e como a sociedade e família interferem em opiniões e personalidade.

Para a própria mãe não seria algo fácil sair, pois imagem ficar trancafiados em um quarto por sete anos e de repente você está novamente inserida num mundo, onde muita coisa mudou, onde as pessoas seguiram em frente, tiveram uma vida, trabalharam, conheceram pessoas enquanto você estava lá sem ter a menor ideia do que acontecia. Adorei o modo que a autora encontrou de mostrar como é chocante a mudança e não romantizou a saída da mãe. Temos a noção de que ao sair, tudo vai ser feliz e lindo mas não é bem assim.

Não posso contar muito mais pois imagino que muita gente ainda não conheça o livro nem o filme e quero que seja tão surpreendente quanto foi para mim ao ir conhecendo a histórias e os personagens ao poucos. Mas posso garantir que é uma leitura cheia de surpresas, reflexão e ensinamentos.

Poderá gostar também de

21 comentários

  1. Oi tudo bem?
    Eu acho a premissa dessa obra incrível, apesar do peso da história quero ler, desde que ela foi lançada. Evitei até assistir o filme porque quero fazer a leitura primeiro. Gostei muito da sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá! Tudo bom?
    O que dizer de um livro que o protagonista é uma criança: EU SIMPLESMENTE AMOOOOOO.
    Parece ser um livro fantástico, gosto muito dessa pegada, e fiquei louca para ler.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Cath!
    Esse livro tá na minha lista, desde que lançou o filme, apesar de eu não ter visto ele. Mas a história me parece incrível demais para não ser lida.

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Tenho muita curiosidade de ler esse livro. Acho que deve ser uma leitura bastante intensa e emocionante. Quero conhecer a história e saber como tudo se desenrola.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oii, tudo bem?
    Eu já vi muitas pessoas falando super bem desse livro e da narrativa, mas infelizmente eu nunca tive a oportunidade de o ler. Eu sempre quis ver o filme, mas me seguro pois queria fazer a leitura primeiro. A sua resenha só me motivou a esperar pelo livro, tenho certeza de que vai valer super a pena.

    ResponderExcluir
  6. Hey!
    Não conhecia a obra, nem sabia que tinha o filme também (sou bem desligada da telinha), achei bem interessante o contexto da história e por ser narrado por uma criança, dica anotada.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Olá! Ainda não conhecia mas fiquei bastante curiosa.
    Acredito que vale super a pena conhecer essa obra.
    Vou anotar. Muito boa a resenha, bjooo

    ResponderExcluir
  8. Já conhecia esse livro e tenho muita vontade de ler, ainda não tive a oportunidade mas em breve irei ler,principalmente depois dessa resenha. Adorei! Bjs

    ResponderExcluir
  9. Sempre que leio um número excesso de resenhas de um livro que quero ler, o desejo vai embora, com Quarto, foi o contrário, a vontade só aumentou.

    ResponderExcluir
  10. Hey, Catharina!

    Eu já li várias resenhas sobre esse livro, todas ótimas. Inclusive, várias amigas já me recomendaram, mas eu não gosto muito desse tipo de literatura. Me deixa muito pra baixo, então prefiro não ler.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Eu já vi o filme e sei o quanto é surpreendente. Gostei demais, me emocionei demais, e ainda quero muito ler o livro. Adorei as suas impressões, e ela só me deixaram mais animada ainda. Gostei!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Estou louca para iniciar a leitura. Esse livro está na minha lista de leituras para esse ano.
    Adorei a sua crítica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Esse livro é maravilhoso, mesmo com um assunto um tanto pesado.
    Eu li no ano passado para assistir ao filme, e me encantei e chorei em ambos.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. Tenho vontade de ler esse livro, mas ao mesmo tempo tenho receio pelo tema, que considero bem pesado.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  15. Quando li foi difícil, quase não termino. Achei a narrativa arrastada, não tenho muito costume de ler livros narrados por crianças, então não me dei bem com esse.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  16. Oii
    Eu quero muito ler esse livro. Deve ser realmente chocante essa leitura principalmente por se tratar de uma criança. Eu não assisti ao filme ainda, pois quero ler o livro antes.
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. eu tenho curiosidade de ver o filme mas gostaria de fazer a leitura antes... deve ser algo angustiante [a meu ver] ter contato com um mundo tão pequeno e limitado... mesmo com os esforços da mãe...
    esse já ta na wishlist....
    bjs ^^

    ResponderExcluir
  18. Oi Cath!
    Menina desde que li algumas resenhas desse livro ele está na minha lista de desejados, mas nunca consigo compra-lo. Adoro livros com a perspectiva de uma criança, me deixa tão maravilhada e ao mesmo tempo triste por estar vivendo nesse mundo tão limitado, enfim espero poder conferir!

    beijos!
    http://blogdatahis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Quando soube do filme, logo coloquei o livro na minha lista de desejados.
    Mas tô sofrendo desde então, pois ainda não tive tempo para lê-lo e estou resistindo para não assistir ao filme primeiro.

    Tua resenha me deixou ainda mais ansiosa para conhecer mais a fundo esta história.

    ResponderExcluir
  20. Essa história parece tão boa e profunda que sou curiosa em ler a obra faz um tempo mas ainda não consegui.

    ResponderExcluir
  21. Olá, tudo bem?

    Eu assisti ao filme e adorei, é muito bom, emocionante e tocante. O livro quero ler, espero ter essa oportunidade logo logo. Parabéns pela resenha, ficou bem legal! Abraço!

    ResponderExcluir

Seguidores no G+

FANPAGE

Veja também