Resenha: A Playlist da Minha Vida - Leila Sales

15:20

Sinopse: Elise Dembowski nunca foi popular na escola. Ninguém conversava com ela na hora do intervalo nem a convidava para sair no fim de semana. Pior. Ninguém jamais se interessou em saber o que tanto a ela escutava em seu iPod: playlists com o melhor da música pop, único território em que Elise se sente confortável e confiante. Diante de seu desajuste em relação à maioria, a adolescente tenta de tudo – inclusive a mais radical das saídas, felizmente sem sucesso. No auge de seu solitário desespero, o acaso a leva até a porta de uma balada noturna, via de acesso para um mundo completamente novo, cheio de som e diversão, no qual sua veneração por música funciona como senha para inclusão em um inédito círculo de amizades. As festas noturnas do Start – o melhor clube underground do mundo – tornam-se o lugar onde a felicidade, a aceitação social e até o amor são possíveis para Elise. Não demora muito para que um misterioso bullying eletrônico e a habilidade da garota como DJ coloquem em confronto este universo com a dura realidade cotidiana. A playlist da minha vida é uma vibrante fábula pop que lida com temas recorrentes nas obras contemporâneas para jovens: exclusão, invasão de privacidade, resgate de autoestima e muita trilha sonora. Escrito pela americana Leila Sales, o livro se ambienta em dois cenários: o escolar, com sua dinâmica de poder juvenil baseada em “popularidade”, e o da cena noturna, em que adolescentes ensaiam seus primeiros voos para uma existência adulta.
Elise é o tipo de garota totalmente excluída socialmente por seus colegas ao longo da vida, pois sempre teve opiniões distintas, o que a faz cada vez mais desajustada aos olhos dos outros.  Começa então a ter uma ideia de passear sozinha durante a noite quando todos já estão dormindo, é o momento em que mais se sente em paz consigo mesma.

Durante um desses passeios, ela conhece duas meninas que incentivam Elise a ir com elas em uma espécie de balada e logo Elise aceita pois vê uma oportunidade de se sentir parte de algo e finalmente ter uma amizade. Lá conhece algumas pessoas e descobre que é o lugar ideal não só pra dançar e curar sua timidez, mas também para conhecer pessoas.

Narrado em primeira pessoa, pela própria Elise, temos a oportunidade de conhecer a realidade de uma garota que por ter personalidade forte, é excluída pelos demais. O livro conseguiu me conquistar por me levar a refletir o preço da sociabilidade e o quanto muitas vezes somos influenciados a ser passivos para ter um circulo maior. E apesar disso, Elise não deixa suas convicções de lado, mesmo tentando se encaixar ao pesquisar os assuntos que as pessoas da sua idade gostam mais e isso só a faz perceber que realmente não se encaixa.

O livro apesar de ser leve na maior parte do tempo, apresenta alguns temas bem fortes como automutilação, porém, não é uma carga pesada por conta da narrativa e do público-alvo mas mesmo assim nos leva a pensar sobre o quanto influenciamos a vida do outro tempo todo, seja com uma palavra ou atitude.

Com certeza é uma leitura recomendada para aqueles que se sentem deslocados, na verdade, para qualquer adolescente que gostaria de entender melhor como o outro pensa. Apesar de ficção, senti que a autora soube conduzir e entender muito bem a linguagem adolescente então logo me vi envolvida nas páginas por uma protagonista forte e inteligente que te fará querer ser amiga dela.

O final do livro é daqueles típicos, feitos para nos fazer sorrir mas ao mesmo tempo querer que a vida real fosse assim. A edição está muito bem feita, desde a capa que me atraiu à primeira vista e os capítulos que estão muito bem divididos. Para quem procura algo descontraído mas ao mesmo tempo influente.

Poderá gostar também de

19 comentários

  1. Oiii tudo bem?
    Quem sabe realmente seja uma boa leitura de livro menina, estou precisando de coisas assim, sempre estou a forçar e ler livros fortes que retratam assuntos importantíssimos, quem sabe eu daria uma chance futuramente.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Catharina,
    Adorei a sua resenha.
    Eu nunca tinha de fato me interessado por esse livro, mas sabe que depois de ler sua resenha, me despertou certo interesse. Estou fazendo algumas leituras bem pesadas e livros longos, talvez essa seja uma leitura para me tirar da ressaca já prevista.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá, logo me identifiquei com a personagem, pois sou como ela. Tenho personalidade forte e nem todos gostam disso, mas apesar de poucos consigo manter alguns amigos verdadeiros. Gostaria de ler essa história e me imaginar no lugar da personagem, acho que seria interessante. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá! Gostei de saber que o livro é leve e a leitura é fácil e gostei mais ainda porque o livro trás assuntos sérios de uma maneira sensível e gostosa de ler. Faz-nos refletir sobra a vida e decisões.
    Beijos.

    www.meumundosecreto.com.br

    ResponderExcluir
  5. Parece ser um livro legal para ler, ainda que eu não esperasse que fosse tocar em assuntos mais pesados quando vi a capa.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  6. Oiee
    Adoro livros com esses temas, com essas propostas, e que sejam leituras leves. Dica super anotada!!!
    Bjs

    https://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!!

    Gostei da premissa, ainda mais por me identificar um pouco com a personagem. Isso da personalidade forte e acabar afastando alguns. Me interessei realmente por esse aspecto. Fiquei curiosa com isso da automutilação também. Mas, mesmo abordando temas fortes, parece ser uma leitura mais light. Vou anotar essa dica, quero ler.

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Acho que já vi esse livro pela blosgfera, mas não me lembro de ler alguma resenha sobre. Gostei da sua e fiquei com vontade de conferir esse livro com essa premissa gosto de livros jovens que trazem esses assuntos pesados, mas que a autora trata com leveza Adicionando na lista de desejados.

    beijos!
    blogdatahis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Catharina, acho legal que o livro aborde a mutilação de uma forma mais leve, pois uma reflexão sobre isso é importante. EU não conhecia o livro e vou ficar de olho nele.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    A capa desse livro é muito linda! Acho livros com essa temática extremamente relevantes, tanto para confortar alguém que passe por isso, tanto quanto para abrir espaço para a discussão de um tema que não é tão levado a sério. A sua resenha ficou ótima <3
    Beijosss!
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas fiquei bastante interessada em ler. A adolescência é uma fase muito difícil, em que os jovens muitas vezes se deixam influenciar apenas para se sentirem parte de um grupo, e parece que todos os sentimentos são ampliados. Assim, considero a temática do livro muito importante e fico feliz que a autora soube trabalhá-la sem tornar a leitura arrastada ou pesada.
    Adorei sua resenha e a dica está anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bom?
    Estou encantada com esse livro, parece ser uma leitura muito levee agradável, gostaria de poder ler e já até anotei o nome.
    Parabéns pelo post.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Desconhecia a obra e já de cara fiquei muito interessada em fazer a leitura.
    Conhecer melhor Elise e suas características para entender o motivo pelo qual ela acaba sendo excluída pelos demais. Muitas vezes acabamos deixando de ser quem somos apenas para agradar outros e ter um circulo maior mesmo.
    Achei legal que a obra é leve e ainda consegue abordar tais temas mais complexos.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  14. olá, Cath... apesar das temáticas abordadas nao curto muito a leveza com que são narrados os livros do gênero prefiro leituras muito densas mas para o público alvo, a leitura desse livro pode ser bem interessante...
    bj ^^

    ResponderExcluir
  15. Livros leves são essenciais as vezes não é mesmo? Adorei a resenha e poder conferir sua impressão sobre ele, acho que iria gostar da leitura, irei colocar na minha lista, obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá! Ainda não conhecia esse livro e fiquei curiosa. Gostei bastante da sua resenha. Tendo oportunidade, estarei lendo também, bjo

    ResponderExcluir
  17. Oii! Parece um daqueles livros contemporâneos e bem rapidinhos de ler, né?
    Achei que tem alguns temas que talvez sejam mais pesados e espero que eles sejam bem trabalhados dentro da narrativa. Fiquei super curiosa pra ler um pouco mais sobre ele! Dica anotada :)
    Beijos!

    www.beyondbluedoors.com

    ResponderExcluir
  18. Como que um livro que fala sobre automutilação consegue ser leve? Meu deus. E eu achando que ia ser mais um romancinho bobo que eu ia colocar na estante.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Livro bacana, mas não conhecia ainda. Quem sabe eu leio. Beijos e sucesso!

    Carolina Gama

    ResponderExcluir

Seguidores no G+

FANPAGE

Veja também