Prisma Literário: Resenha: Evitando o Inevitável - Pamela Almeida

Resenha: Evitando o Inevitável - Pamela Almeida

Sinopse: Clary estava em dúvida sobre a sua vida naquela cidadezinha pequena do interior.... Esperando que algum milagre pudesse acontecer, mas o destino parecia não querer lhe sorrir de volta. Com a morte do seu pai, acabou tendo que ficar com sua mãe, uma mulher boa mas, ao mesmo tempo, controladora demais! Seu namorado Luck, que sempre a amou, permanece maravilhoso, a respeitando, mais as coisas mudaram, com a chegada não somente do final das aulas, mas também de um BadBoy, cheio de segredos obscuros, e com um coração quebrado! O que esses dois tem em comum? Ambos querem começar novamente... Clary queria esquecer as coisas ruins que lhe aconteceram nos últimos meses... Trevor precisava desaparecer da sua cidade e recomeçar em outra, aonde ninguém lembrasse do que ele havia feito.
*Livro cedido em parceria com a Editora Discovery Publicações para divulgação. 


Clary é uma garota que mora no interior junto com sua mãe. Leva uma vida monótoma e rotineira, está com seu namorado há três anos e ambos se conhecem desde a infância, mas ainda assim é notável que Clary não está satisfeita com ele. Trevor se muda da cidade grande para o interior e apesar de parecer que sua nova vida será um tédio, logo a vida o surpreende ao mostrar a vizinha que ele terá. Logo no primeiro momento, surge uma atração de Trevor por Clary, e nota-se que é algo reciproco apesar de Clary tentar esconder.

Evitando o Inevitável não é o meu tipo de leitura mas sempre acabo abrindo exceções. O livro é narrado entre Clary e Trevor, sendo cada capítulo, um dos dois explicando a mesma situação quase sempre, o que se mostrou algo um pouco repetitivo em alguns momentos mas também serviu para que pudéssemos saber um pouco mais sobre o sentimento de ambos.

Narrado em primeira pessoa, o livro foca apenas nos acontecimentos do casal e no mistério do passado de Trevor pois há um motivo para ele ter ido morar no interior e apesar de quase toda a cidade já saber, só Clary ainda não sabe. Imagino que a intenção da autora tenha sido criar um suspense e instigar mais o leitor, porém, foi exatamente o que eu já imaginava que seria, pois pela índole de Trevor não poderia ser algo diferente.

Trevor se mostra um personagem machista (nada novo sob o sol, já que grande porcentagem dos personagens desse gênero de leitura são assim) e mais uma vez temos um livro que romantiza esse tipo de personagem. Lembrando que essa é a minha opinião e que outras pessoas que leram podem vir a gostar. Clary é a tipica mocinha inocente que nunca havia feito nada demais da vida até Trevor chegar e despertar sentimentos e euforias.

O livro não apresenta nada de novo mas pode ser uma boa dica para quem curte esse gênero e histórias "românticas" com alguma ceninhas hot. Infelizmente não foi uma leitura que me agradou por apresentar personagens tão típicos e machistas do meu ponto de vista, além de sentir falta de algo a mais na história além do passado do Trevor e do relacionamento dos protagonistas.

13 comentários:

  1. Oiii menina tudo bem?
    Parece ser uma história realmente bem clichê menina, fiquei surpresa em ler a sua resenha e estou precisando ler um desse tipo, sei que seria uma ótima pedida, mesmo sendo tão comum no mundo literário, adorei a capa!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Infelizmente dessa vez o livro não me despertou aquela vontade de ler, mas fico muito contente de saber um pouco mais sobre uma história.
    Além disso, meus parabéns por sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Até gosto de clichês mas precisa ser bem feito, este nãe empolgou muito, por isso não acho que vá ler

    Bjs Rose

    ResponderExcluir
  4. Oiii, tudo bem?
    Também não é meu estilo de livro, acho que não leria. Que pena que você não gostou da leitura, eu até gosto de clichês de vez em quando, mas personagens machistas romantizados não me descem por nada kkkkkkk ninguém merece.
    Beijoss, gostei da resenha, bem honesta! <3
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  5. Catharina, eu curto ler livro desse tipo, mesmo com essa romantização do personagem machista (não por esse fato, claro), mas porque ser um livro clichê e eu gosto do tipo.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Catharina!
    Não conhecia esse livro, e por mais que eu goste de romance, o fato do livro parecer ser mais new adult pelas cenas hot e ainda pelo personagem machista me incomoda, então não é uma leitura que consegue me atrair mesmo gostando de romance em si. O que você citou sobre a narração alternada entre os protagonistas mas algumas vezes sobre as mesmas cenas é repetitivo mesmo, e desanima, mas para quem curte o gênero deve ser uma boa dica ao menos para desopilar de dramas maiores.
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  7. Olá, assim como para vc, esse gênero não é meu tipo e achei o enredo mais do mesmo, sem ter nada que tornasse a história incrível a ponto de me fazer ler. Bjs

    ResponderExcluir
  8. Evitando o Inevitável também não é meu tipo de leitura e hoje já não abo mais exceções, na adolescência lia muitos livros nesse estilo, hoje não rola mais. Não dá para fazer as mesmas coisas que fazia na adolescência.

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente esse tipo de livro continua ganhando espaço nas prateleiras. Não só romantiza um tipo de relacionamento que não é saudável, como ainda já foi escrito um milhão de vezes. É, é um baita problema do gênero e um clichê bem problemático.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  10. Olá Catharina!
    Também não é meu tipo preferido de livro e eu também costumo abrir exceções. Fico muitofeliz quando encontro blogueiros que não se limitam!!
    Pela sua resenha, acho que eu acabaria tendo a mesma visão sobre os personagens e não acharia nada muito novo vindo do enredo do livro, mas a capa é bem fofinha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu achei o enredo legal, mas muito mais clichê do que eu estava esperando quando vi a capa. Não é uma leitura que eu pegaria no momento.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Acho que a ideia da autora foi legal, mas caiu no clichê. Consigo também já imaginar qual o passado do menino pois esse tipo de história já está batida. Gosto de livros assim, mas tem que trazer algo inovador. Ótima e sincera opinião!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Me cansei só de ler sua resenha haha, eu ia provavelmente odiar essa leitura. De cara não gostei muito do Trevor, e enfim... nada me atraiu.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo