Prisma Literário: Resenha: Amor à Moda Antiga - Fabrício Capinejar

Resenha: Amor à Moda Antiga - Fabrício Capinejar

Sinopse: Em seu aniversário de 43 anos, Fabrício Carpinejar ganhou de presente uma velha máquina de escrever Olivetti Lettera 82 verde-esmeralda. Desde esse dia, ele se dedica a escrever nela poemas de amor e a guardá-los como um inventário de seus sentimentos e emoções ao longo de sua carreira. Pela primeira vez, a Belas-Letras publica esses poemas exatamente como os originais foram enviados à editora, em maços de papel despachados pelos Correios, sem nenhum tipo de correção ortográfica, edição ou retoques, inclusive com as próprias anotações à mão feitas pelo próprio Carpinejar. Todos os textos de Amor à Moda Antiga (inclusive este) foram originalmente escritos em máquina de escrever. O resultado é um livro orgânico, singelo e apaixonadamente imperfeito, exatamente como o amor é.
* Livro cedido em parceria com a Editora Belas Letras para divulgação. 


Sempre ouvi falar muito do Capinejar, inclusive tenho alguns livros dele aqui que estou louca para ter um tempinho a mais para finalmente ler. Cheguei a ler alguns textos na internet e milhares de resenhas elogiando sua escrita e simplicidade. Quando em deparei com esse livro, fiquei mega curiosa, tanto por essa edição tão caprichada e linda e pelo título.

A editora me enviou e assim que chegou em casa, resolvi dar uma chance para a leitura, não foi com tantas expectativas por poema/poesia não é algo que costumo ler, então quase sempre é algo que me deixa um pouco atordoada e sem entender. Adivinhem minha surpresa quando devorei o livro em questão de minutos. Eu havia planejado deixar o livro de cabeceira para ler alguns poemas antes de dormir ao longo de uma semana ou mais, porém, comecei e fechei e resolvi ler mais um pouco, quando dei por mim, já estava nas últimas páginas.

A maioria dos poemas são compostos de quatro linhas bem rápidas, ou seja, é algo extremamente rápida mas claro que poesia/poema no geral é algo que exige atenção e reflexão, e claro que refleti muito, principalmente alguns em especifico que em identifiquei muito e mesmo assim foi algo super rápido e tranquilo para ler, então para quem é inciante nesse gênero, fica ai a dica.

Amor à Moda Antiga é um livro extremamente rápido como disse acima, pois contém pouco mais de 100 página sendo que o verso das folhas não são usados, servem apenas para decoração e cada poema ocupa um terço da página, o que diga-se de passagem, me incomodou bastante pois não sou muito a favor de deixar uma edição impecável e ela gastar tanta folha sem utilidade, penso muito no meio ambiente considerando essa questão, então apesar de estar linda, não é uma edição que apoio.

São poemas/poesias que muita gente irá se identificar, eu mesma quase acabei com um bloquinho de post-it de tanto marcar páginas nesse livro e essa identificação é o que nos faz querer ler mais e mais do que o autor nos apresenta nessa obra tão linda e bem feita.

Como já ressaltei acima, a edição está linda e impecável fora as ressalvas de desperdício de folha que não poderia deixar passar, mas de resto está nota dez. Para iniciantes como eu e que não são acostumados com pormas e poesias, essa é uma dica de mão cheia, vão na fé que tenho certeza que vão gostar tanto quanto eu dessa obra que nos faz sentir só amor.

35 comentários:

  1. Oie! Tudo bem? Me arrependi de não ter solicitado esse livro na época que ele foi lançado, mas fico feliz que tenha curtido a leitura, sendo assim me deixa com mais vontade de realizar ela também!
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Tenho que confessar que poesia é uma coisa que não me chama a atenção desde a época da escola. Apesar de achar a capa bonita lendo sua reclamação sobre o gasto de páginas desnecessárias por assim dizer me deixou chateada. Poupar não custa não é mesmo? Mas de qualquer forma gostei muito da sua resenha e da sua opinião sincera.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu nao conhecia esse titulo, mas fiquei bem interessada depois de ler seus comentários e as características parecem ser ótimas, apesar de não ler muito do gênero poema, poesia.. Achei a capa bem bonita, e pelo que pude compreender por aqui, os elementos são ótimos. Espero poder ler em breve, e obrigada pela indicação!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Ainda não li nada do Carpinejar, as acho que este livro aqui será um bom caminho para conhecer sua escrita. A edição está linda demais mesmo.
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh que livro mais lindo menina, fiquei apaixonada mesmo e tenho certeza admiração do Fabricio e poesias me prendem em todos os momentos.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  6. hey! Nunca li nada do autor, como você sempre vi resenhas elogiando - como essa heheh- e textos por aí, mas o livro parece ser uma delicia de ler, daqueles que a gente pega para ficar relendo. Seria legal postar uma foto de como é por dentro :) Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Tenho muita vontade de ler algo do autor, só me desanima um pouco pois não tenho o hábito de ler poemas e por isso fico com um pé atrás. Ainda assim, adorei a temática deste livro e acho que acabaria como você, anotando vários quotes. Obrigada pela dica.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  9. Já li algumas coisas do Capinejar e adoro. Este livro parecer ser ótimo, sua resenha ficou muito boa.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Catharina!
    Não curto muito poesia/poema. Como você disse que são curtinho, talvez eu possa dar uma chance e ver se eu acabo curtindo. ^^
    Que bom que você pode apreciar o que esse gênero trás!
    Beijão!
    http://www.lagarota.com.br/
    http://www.asmeninasqueleemlivros.com/

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Nunca fui muito fã de poesia, mas sua resenha me despertou interesse no livro!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Hey! Apesar de também não ser chegada a poemas e poesias, já li várias frases desse autor e aliás tenho um livro dele na estante.
    Gostei do que você falou sobre o desperdício de folhas! Poderiam ao menos ter usado o verso ou feito uma edição pocket, né? Desnecessário isso.

    Beijos,
    Kemmy - Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  13. Olá Cath, tudo bem?
    Owwm sou fanática por poemas e poesia e eu amei esse livro. E essa edição é linda. Uma pena o desperdício de folhas, fica de aviso para a editora nas próximas edições. Vou pesquisar um pouco mais esse livro, fiquei louca para adquirir. Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi, também não tenho costumo de ler poesias mas essa capa está linda e realmente chama a atenção. Gostei da ideia de poder ler poemas de fácil entendimento... Realmente uma pena esse desperdício de folhas, mas fiquei curiosa para ver a edição em mãos. Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oie, adoro carpinejar e adorei saber que ficou bacana o livro, e que você devorou em pouco tempo. Eu adoro as reflexões dele e certamente assim como você eu ficaria marcando muitos trechos.

    ResponderExcluir
  16. Cat lindona eu amo os textos, poemas do Carpinejar, esse em questão está com uma edição maravilhosa, assim como você li muito rápido me envolvendo com cada poema que fala sobre o amor. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  17. Olá!!
    Adooooro Carpinejar!! Acho ele um escritor extremamente sensível e atencioso aos mínimos detalhes do cotidiano...
    E talvez por isso nos identificamos tanto com seus textos, parece que ele fala diretamente com a gente, né?
    Ainda não li esse livro, mas fico feliz que você tenha gostado e espero ler em breve...
    Um beijo!

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  18. Olá Catharina, achei que a editora caprichou na diagramação *-* ainda não tive a chance de ler nada do autor, mas pelos seus comentários os poemas estão bem legais e com reflexões bacanas *-* Dica anotada.

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá Cat! ^^
    Acredita que não conhecia o autor? Fico até envergonhada de dizer isso, mas é a verdade.
    Faz muito tempo que não leio poemas e poesias, anos, e fiquei encantada com a maneira como você relatou ter sido a sua experiência de leitura. Fiquei com uma enorme vontade de conhecer a obra! <3 E queria agradecer você por isso!

    ResponderExcluir
  20. A poesia tem o poder de, muitas vezes, em poucas linhas ter a força e energia que falta em outros livros inteiros. Em relação ao desperdício de páginas, isso acontece muito em livros do gênero e é realmente um caso a refletir. Você está coberta de razão, a preocupação com o meio ambiente deveria vir antes da estética. Ótima resenha.

    *☆* Atraentemente *☆*

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas nunca em chamou a atenção em particular porque não sou uma pessoa que curte poesia. Saber então que há páginas sendo usadas de bobeira me irritou um pouco, porque de fato é um desrespeito com o nosso meio ambiente. Infelizmente o livro não faz o meu estilo, então deixo a dica de lado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  22. Oi, Catharina!
    Eu sou muito fã do Carpinejar, sempre leio os textos dele na internet, e fico apaixonada e impressionada de como ele consegue nos entender, são textos com os quais nos identificamos.
    Eu já li esse livro, e gostei muito! A edição está linda, realmente um capricho feito com todo o carinho pela Editora Belas-Letras!
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Eu sou um apaixonado pela escrita do autor, sempre consigo me encantar com suas poesias e crônicas. Acredito que eu amaria esse livro, como você amou. Como ele é curtinho é um livro para se ler rápido e de vez em quando voltar novamente.

    ResponderExcluir
  24. Oi, Catharina

    Eu não curto poesias. É um gênero que realmente não me atrai, já tentei me forçar a ler, mas é algo meu mesmo, não adianta.
    Que bom que você gostou e que a leitura foi rápida.
    Concordo com sua ressalva quanto ao desperdício de papel!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Que coisa mais linda! Amei tudo sobre o livro, amo poesias, quero muito um desses pra mim :( sobre o desperdício de papel, é bem comum livros de poesia terem essa característica, não justifica, é claro hahaha
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  26. Olá! Também não costumo ler poema/poesia mas ando leio um ou outro, a maioria são bonitos. Pelo jeito esse livro é bem rapidinho de ser ler. Que bom que nos faz refletir, que muitas pessoas irá se identificar e que gostou do livro, dica anotada. Beijos'

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Não conhecia a obra e nem o autor.
    Não estou acostumada a ler livros de poemas, mas esse parece bem legal.
    Que bom que você gostou.

    ResponderExcluir
  28. Nunca mais tinha visto um livro de poemas, mas gosto muito do gênero. Só não seu se concordo que eu vá achar esse livro rapidinho porque para mim poesias e poemas são algo para se ler, reler, enfim... poder degustar. Gostei da dica! Beijos

    ResponderExcluir
  29. Olá, tudo bom?
    A quanto tempo não vejo livros de poemas! Gosto muito de lê-los, apesar de não poder julgar por não entender muito. Adorei saber que estes poemas trazem temas que os leitores se identificam facilmente. Gostei muito da sua dica e quer ler esse livro, mesmo essa edição desperdiçando folhas.


    Beijos!
    Pollyanna Campos - Entre Livros e Personagens
    http://entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Oi Cath,
    Também não sou muito fã de poesias. Acho que vou deixar essa dica passar.
    Fica triste comigo não... rsrs
    Beijos,
    André, do Garotos Perdidos
    Tem sorteio de 2 livros rolando lá no blog. Não deixe de participar :}

    ResponderExcluir
  31. Eu não sou muito chegada a ler poesias, mesmo Carpinejar sendo um autor que eu admire muito. Não sei, eu tenho uma certa resistência a esse tipo de livro.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Esse livro é absurdamente lindo! Compartilho do mesmo sentimento, sou um aprendiz em apreciar poesias e esse livro é realmente muito bom para quem está começando a gostar do gênero.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  33. Olá Catharina, tudo bem?

    Embora conheça alguns bons títulos do Carpinejar, este era desconhecido por mim. Eu não gosto muito de poesias, então provavelmente não vá lê-lo por agora. Prefiro as crônicas que ele escreve, são mágicas!

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Tenho uns dois livros dele aqui em casa, mas ainda não tive a oportunidade de ler. Tenho curiosidade também pelos elogios que sempre ouço da sua escrita, e assim como você, não sou tão próxima assim de poemas/poesias. Espero ter uma ótima experiência como você teve ao ler uma obra dele.
    Bjim!
    Tammy

    ResponderExcluir
  35. A capa é bem simples, não é? E isso aguça a minha criatividade e desperta o meu interesse para conhecer a obra. Gosto de poesias e isso é um ponto a mais para eu ter afinidade com ele.

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo