Livros Abandonados em 2016

04:54

Olááá´pessoas.
Como estão? Ando tão sem tempo que estou sem ideias do que postar mas dessa vez surgiu uma, que é falar sobre os livros que abandonei esse ano e porquê os abandonei. Espero que gostem, eu odeio abandonar livros mas gostaria de saber se alguém já leu e a experiência foi diferente da minha ;)






Sinopse: Consuelo Aldunate parece ter tudo o que uma mulher quer: independência financeira, um bom grupo de amigos, um trabalho divertido, um guarda-roupa invejável e um apartamento top. Mas Consuelo quer uma coisa que para muitas mulheres pode soar básico. Um acessório difícil de conseguir, embora pareça estar em toda parte: um homem. Exigente, ela não quer qualquer homem; quer um próprio, privatizado e que possa mostrar a todos. Por isso arregaça as mangas e sai à procura de um namorado por todos os lugares onde possa haver homens interessantes e disponíveis. Nessa busca, entre drinques e encontros insólitos, a anti-heroina vai descobrindo que é difícil deixar de ser solteira. Com humor inteligente, a personagem mostra que por mais que esteja na moda ser single, há momentos em que daria tudo para ter alguém esperando por ela em casa.

Conheço o livro faz um bom tempo e então a editora havia me mandado para resenhar. Infelizmente não consegui passar da página 30 pois foi uma leitura bem arrastada e maçante para mim, o enredo havia me chamado atenção mas conformo fui lendo, vi que não era bem o que eu queria ler, mas para quem quer arriscar um gênero típico com uma narrativa diferente, fica a dica.




Sinopse: Após uma catástrofe que matou milhões de pessoas, uma fenda se abre entre as dimensões e as cidades passam a ser assombradas por fantasmas. Verônica não passa um dia sem ver um fantasma, mas eles não a assustam. Porém, os fantasmas estão ganhando força e começam a aparecer com muito mais frequência. Ela e seu colega de classe Kirk, investigam por quê e descobrem uma história sinistra: August, seu professor de história, não se conforma que a sua filha não voltou do mundo dos mortos como fantasma e acha que para isso acontecer ela precisa primeiro se apossar de um corpo, e que Verônica é a pessoa certa para abrigar o espírito da filha. Mesmo que esteja errado, que mal há em criar mais um fantasma, se já existem tantos!
 Recebi esse livros da editora para divulgação e queria muito ter lido no mês do horror, acabou que não tive tempo mas comecei a leitura dele faz umas semanas com uma expectativa bem grande pois gosto muito do gênero apesar de ler pouco. Infelizmente não me prendeu o suficiente, porém, é uma leitura que quero tentar retomar mais para frente com mais tempo e clima pois vi muitas resenha elogiando.

Sinopse: Quando Kendra Tamale regressa à Inglaterra, fugindo de velhas mágoas e em busca de um novo começo, aluga um quarto de Kyle, um homem separado e pai de dois filhos, de quem se aproxima, contra todas as suas expectativas. Porém, essa amorosa e simpática mulher esconde algo sombrio em seu passado. O que acontecerá quando esse segredo vir a tona e Kendra tiver que enfrentar seus próprios demônios? A única forma de remediar a situação é confessar o erro terrível que cometeu há muitos anos atrás, algo que prometeu nunca fazer. Marshmallow: O que pode acontecer quando se abre o coração para completos estranhos (Primavera Editorial, 456 págs., R$39,90), escrito por Dorothy Koomson, é uma história de redenção e, sobretudo, amor. A autora aborda de maneira delicada temas polêmicos como o alcoolismo, ressaltando a importância do apoio da família na superação de momentos difíceis.

Quando vi essa capa pela primeira vez, quis ler o livro na hora. Vi que parecia uma leitura muito aconchegante e gostosa, principalmente para o inverno, porém, li quase metade do livro e apesar da protagonista ter me conquistado, a história no geral deixou a desejar talvez pela narrativa que me incomodou na maior parte do tempo. Apesar dessa capa que me faz querer muito ler, acabei deixando de lado a leitura.


Sinopse: À medida que sua família se desintegra, Aidan Donovan, um adolescente de 16 anos, procura consolo em estimulantes químicos, no estoque de bebidas do pai e nas atenções do padre Greg, o único adulto que realmente o escuta. O Natal chega e seu mundo entra em colapso quando ele reconhece o lado obscuro do afeto que o padre Greg lhe dedica. Enquanto tenta dar sentido à própria vida, Aidan conta com o apoio de um grupo de amigos desajustados: Josie, a garota por quem se apaixona; a rebelde e espontânea Sophie; e Mark, o carismático capitão da equipe de natação. Confissões de inverno mostra as formas pelas quais o amor pode ser usado como uma arma contra a inocência – mas também pode, nas mãos certas, restaurar a esperança e até a fé. O corajoso romance de estreia de Brendan Kiely expõe o mal que os segredos mais profundos que guardamos podem causar e prova que a verdade liberta e abre caminho para o amor.
Outro livro que havia despertado imensamente minha curiosidade e comecei colocando todas as expectativas por ter um enredo tão interessante e diferente, mas como devem ter percebido, me decepcionai um pouco. Cheguei quase na metade mas acabou que não estava engatando de jeito nenhum e não prendia minha atenção, porém, talvez seja a narrativa mais tranquila e lenta que muitos gostam mas não funciona comigo ;(

Sinopse: Quando a extraordinária confeiteira Leilani Trusdale trocou a agitação de Nova York pela pacata e doce Ilha de Sugarberry, não esperava que seu passado a seguisse. Seu antigo chefe, Baxter Dunne, também conhecido como Chef Hot Cakes, o homem que ensinou a ela que o creme compensa, reaparece desejando filmar seu famoso programa de culinária. O problema é que ele escolheu filmar na Cakes by The Cup, a minúscula e aconchegante confeitaria de Leilani. Com seu olhar de brigadeiro de colher e aquele irresistível sotaque britânico -- que faz a moça babar e seu rosto corar como calda de cereja --, ele fez as fofocas de cozinha rolarem soltas. Lani, lá no fundo, só deseja que algumas sejam deliciosamente verdadeiras... Os amigos estão convencidos de que o ex-chefe é o ingrediente que falta para a definitiva receita de felicidade dela. Porém, Baxter terá que botar a mão na massa se quiser tirar do forno um grande, verdadeiro, quentinho e saboroso amor. No Clube do Cupcake, cozinhar é apenas um detalhe. Entre altos papos e doces lambidas, amizades crescem como pão quentinho e a vida vai ficando, hummmm, mais saborosa. Mas quando é preciso decidir entre a vida que você sempre sonhou e o amor da sua vida, só as melhores amigas, as melhores receitas e uma caixa cheia de Red Velvets podem ajudar. É hora de praticar boloterapia!!!
Esse livro também me despertou pela capa, como podem ver, adoro capas com comidinhas fofas e atraentes haha pois são livros que parecem te acolher hsauhsuah ignorem. Esse não consegui passar do segundo capítulo pela confusão que fiz com personagens, não sei bem, por algum motivo não despertou minha curiosidade de seguir a leitura até o final, mas com certeza é uma leitura que irá agradar a grande maioria.

Sinopse: A ilha de Seashell, onde passei minha vida inteira, é tudo isso e muito mais. No entanto, a única coisa que eu quero é ir embora daqui. Gwen Castle nunca quis tanto dizer adeus à sua ilha natal quanto agora: o verão em que o Maior Erro da Sua Vida, Cassidy Somers, aceita um emprego lá como faz-tudo. Ele é um garoto rico da cidade grande, e ela é filha de uma faxineira que trabalha para os veranistas da ilha. Gwen tem medo de que esse também venha a ser o seu destino, mas, justamente quando parece que ela nunca vai conseguir escapar do que aconteceu – ou da ilha –, o passado explode no presente, redefinindo os limites de sua vida. Emoções correm soltas e histórias secretas se desenrolam, enquanto Gwen passa um lindo e agitado verão lutando para conciliar o que pensou que fosse verdade – sobre o lugar onde vive, as pessoas que ama, e até ela mesma – com o que de fato é.
Esse é outro que chamou minha atenção por causa da autora que foi super elogiada por aqui e eu inclusive tenho o outro livro dela mas ainda não arrisquei a leitura. Fiquei mega curiosa depois de ler a sinopse e logo comecei, mas foi o mesmo caso da maioria, não me prendia a atenção e acabei me decepcionando. Porém, não quero abandonar para sempre e pretendo retomar a leitura em algum momento com mais tempo.

Por hoje é isso, galera. Espero que tenham gostado e por favor, me contem quais livros abandonaram esse ano e ao longo da vida e também se já leram algum dos citados e o que acharam.

Poderá gostar também de

31 comentários

  1. Poxa, vendo as capas e até as sinopses tem muitos aí que parecem ser bem legais! Esse ano eu abandonei poucos, quase estou sem tempo para ler também rs. Flores no Outono 

    ResponderExcluir
  2. Nossa, esse livro Marshmallow dá muita vontade de ler também, hsuahsuas. Eu devo ter abandonado uns 2. Mas foi por causa da faculdade, pretendo voltar ainda :P

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Tenho muita vontade de ler Marshmallow, mas agora fiquei insegura. Eu não gosto de abandonar livros, mas alguns não tem como continuar. Eu sempre penso assim: Tem tanto livro bom por ai esperando pra ser lido.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Acho que de todos Marshmallow é o livro que mais me atrai, mesmo sentindo certo receio parece um livro tranquilo e gostoso de se ler apenas para passar o tempo, esse ano abandonei apenas um mas ele não vai ser uma leitura que vou retomar.
    Adorei sua sinceridade em relação aos livros.
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Marshmallow é um livro lindo! Dê uma segunda chance, você não vai se arrepender, prometo hahaha. Esse ano abandonei algumas coisas(muitos) como Sobre a escrita do king, Orlando da Virginia Woolf, Caio fernando de abreu...Mas creio que isso é importante, pra gente definir nosso gosto literário precisamos arriscar!

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Nossa quantos livros abandonados em ? Eu já conhecia a maioria deles, mas o que eu não conhecia e fiquei curioso para ler foi 31 Profissão Solteira, parece ser um livro super legar. Delicia, Delicia minha irmã também abandonou rwrs, mas parecer ser um livro bem legal. Até mais ver
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Oi!
    Não li nenhum desses livros mas fiquei surpresa por você ter abandonado dois livros da Valentina que foram bastante elogiados pelos blogs afora. Mas o único livro que tenho vontade de ler mesmo é o Cidade dos Fantasmas que será uma leitura que iniciarei com expectativas baixas pois já li muitas resenhas dizendo que ele poderia ser melhor do que é.
    Esse ano eu não abandonei nenhum livro, entretanto li vários livros decepcionantes.
    Beijos!
    Por Livros Incríveis

    ResponderExcluir
  8. Nossa qua tô livro. Eu confesso que também odeio abandonar livro mas tem uns que não rola mesmo. Da sua lista eu quero ler Delícia Delícia. Até tenho ele no Kindle. Tentarei ler. Quem sabe para mim não role né?
    Esse ano que me lembre só larguei dois livros. Mas faz parte. Futuramente eu tenho reler um deles. Pq o outro não tem jeito mesmo. Rsrs

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    Admito que não li e nem conhecia os livros que você citou.
    O único livro que abandonei foi código da Vinci. Mas eu era muito nova quando tentei ler. Alguns anos depois me arrisquei com anjos e demônios e amei. Então peguei código da Vinci para ler de novo e dessa ver consegui terminar e o autor se tornou um dos meus favoritos.
    Acho que é o que você mesma disse, passamos por fases, no futuro podemos gostar muito de livros que não nos atraíram no momento.

    ResponderExcluir
  10. Oi.
    Admito que não li e nem conhecia os livros que você citou.
    O único livro que abandonei foi código da Vinci. Mas eu era muito nova quando tentei ler. Alguns anos depois me arrisquei com anjos e demônios e amei. Então peguei código da Vinci para ler de novo e dessa ver consegui terminar e o autor se tornou um dos meus favoritos.
    Acho que é o que você mesma disse, passamos por fases, no futuro podemos gostar muito de livros que não nos atraíram no momento.

    ResponderExcluir
  11. Como é que tu faz um negócio desses? :O
    Eu não tenho costume de abandonar minhas leituras, mesmo se o bicho pegar com as leituras da faculdade. Enfim, fiquei bem curioso pelo "Cidade dos fantasmas". Quero ler um dia.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Quantos livros abandonados, mas he entendo rs.
    São tantos os motivos, às vezes pq não estamos na vibe mais ou apareceu outros e ainda tem aqueles que compramos por impulso, aqueles que somos obrigadas começamos a leitura não rende. Se for listar da um rolo enorme.
    Eu abandonei dois este ano que foram O milagre ( mas pretendo retomar em breve) e Como eu era antes de você, caí na besteira de assistir o filme.
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. É raro eu abandonar leitura, mas já me aconteceu isso e analisando esses livros citado eu quero muito ler Cidade dos Fantasmas e Confissões de Inverno, cuja, me chamaram bastante atenção... Quem sou eu para julgar seus abandonos, cada um lê o que gosta e se você não gostou tudo bem.

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  14. Olá, nossa quantos livros :(
    Não costumo abandonar as minhas leituras, mesmo eu odiando, sempre retorno pois é como um dever para mim terminar a história.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  15. Puxa vida, quantos abandonados!!!
    O PENSEI QUE FOSSE VERDADE quero ler porque gostei de um outro livro da autora.
    Em 2016 abandonei apenas um e foi o primeiro da série da Irmandade da Adaga Negra.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oie, tudo bem? Menina, eu não abandonei nenhum esse ano, mas cheguei perto algumas vezes. Delícia, delícia tem lá seus defeitos, mas eu adorei a leitura e Pensei que fosse verdade é meio clichê de garoto popular + garota deslocada = romance fofo, mas eu gostei mesmo assim. Não foram as melhores leituras do ano, claro, mas foram leituras divertidas até.

    ResponderExcluir
  17. Olá Catharina,
    Não abandonei nenhum livro esse ano e em nenhum outro, pois não abandono livros em hipótese alguma.
    O único livro da sua lista que tenho vontade de ler é Pensei que fosse verdade e fiquei um pouco meio decepcionada por você ter abandonado :(
    O único livro que cheguei perto de quase desistir foi Morte Súbita.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  18. Olá, Catharina.
    Eu também abandonei alguns livros esse ano. No geral, pelos mesmo s motivos que você: a capa era linda, mas a história não era tão boa ou um autor que gostei de algum livro que li, mas aí ia ler outro e não era tão bom quanto...

    ResponderExcluir
  19. Oiee ^^
    Poxa, é uma pena que "Confissões de inverno" não tenha te conquistado, o livro me surpreendeu bastante, e eu adorei a história. Uma amiga leu "Cidade dos fantasmas" e adorou, mas, novamente, é uma pena que o livro não tenha te conquistado :/ Eu não sou muito de abandonar livros, acontece que eu não consigo fazer isso...haha' mas de vez em quando não dá, né? Dois livros que eu abandonei foram "A teoria de tudo", cujo filme eu adorei (vai saber) e "Um conto do destino", e também abandonei o filme...hehe'
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  20. Olá,

    Realmente tem alguns livros que é impossível conseguir ler, eu já larguei alguns esse ano também e como você nem tive coragem de me arriscar em outros do mesmo autor(a). Lhe desejo melhores leituras.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  21. Oi Cath... por incrível que pareça não abandonei nenhuma leitura esse ano e fiquei muito feliz com isso...
    Algumas poucas até dei umas baqueadas, mas nada que me fizesse realmente parar ;)
    Foi uma pena você ter se decepcionado com tantas leituras, mas o importante é que livros para 2017 não irão faltar!
    Boa sorte no ano que se inicia... bjokas

    http://thehouseofstorie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oie...
    Menina, quantos abandonados, heim? Felizmente esse ano não abandonei nenhum rsrs... Sorte minha!
    Desses eu quero ler Marshmallow e Profissão solteira.
    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi!

    Eu abandonei apenas um livro esse ano e foi um tão erótico que nem lembro o nome. Eu não costumo abandonar, só abandono quando é muito ruim mesmo. Não li nenhum dos livros que você citou, mas quando os ver para comrpa, vou me lembrar disso HHAHHAHA

    que ano que venha tenha menos livros abandonados!

    bjs

    ResponderExcluir
  24. Oi, Catharina ^^
    Eita que foram muitos livros abandonados, hein? hasuashu
    Te admiro por conseguir ter essa atitude. Eu sou daqueles que persiste até chegar a um ponto que se ler mais alguma linha daquele enredo posso rasgar o livro, dai abandono a leitura mesmo.
    Analisando o meu Skoob aqui, nesse ano de 2016 abandonei uma leitura e foi nacional, mas quero retomar em breve pq não gastei $30 na pré-venda para não ler a obra. kkkk
    No total, desde o momento em que criei minha conta no Skoob, abandonei 10 leituras, incluindo essa obra de $30. Mas sinto que abandonei outros, viu.
    Das suas leituras deixadas de lado não tinha ouvido falar de nenhuma delas então não fiquei chateado e nem surpreso, mas é triste ver que tem autores que não conseguem te prender. Sabemos que nem sempre as pessoas vão gostar do que você escreve mas sempre é triste.
    Espero que você retome as leituras que deseja ainda dar uma segunda chance e compartilhe suas impressões aqui no blog. ^^
    Que 2017 venha só leitura boa pra você, nada de abandonos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. O ano não acabou, mas não abandonei nenhum livro ainda, e acho que até o fim derradeiro não irei abandonar. Deste eu li apenas Confissões de Inverno. Uma pena que tantos livros não foram o que você esperava.
    Bjs

    ResponderExcluir
  26. Não Acredito que você abandonou e deixou de lado Cidade dos Fantasmas, quero tanto, tanto ler esse livro e aceito se quiser me enviar ele.rs. Também deixei uns livros de lado esse ano, pois aconteceram tantas e tantas coisas.

    ResponderExcluir
  27. Oi, Catharina!

    Caramba, quantas leituras abandonadas! Pelas sinopses e capas tem uns que me interessaram bastante. Pensei Que Fosse Verdade está na minha lista há um tempo. Uma pena que eles não tenham te agradado, espero que um dia você possa dar outras oportunidades...

    Sucesso com o blog sempre!
    Beijos, Belle.
    floraliteraria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  28. Oi Catharina...
    Para afalar a verdade, nenhum dos livros que vc citou me despertou ou tinha despertado a minha atenção para a leitura, confesso que estava meio indecisa quanto ao Delícia, Delícia e espero poder quem sabe lá pra frente ler... vamos ver

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  29. Como é legal ver a diferença entre os leitores... Delicia, Delicia é um livro que eu acho tão gostosinho, e adorei a leitura. Pensei que fosse verdade também é um dos que curti muito a leitura, mas preciso dizer que gostei bem mais do Minha vida mora ao lado da autora...
    Eu gosto de livros polêmicos, então Confissões de Inverno entrou na minha lista e eu gostei, mas a leitura é sim bem lenta (o que pode incomodar alguns leitores) e em alguns momentos até um pouco confusa (mas eu acho que a confusão é bem por causa do momento em que o personagem está e tal).
    Dos outros citados, eu não li e nem tenho tanto interesse...
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  30. Pensei que fosse verdade realmente é complicado porque el é lento que só nossaaaaa eu penei nele um pouco kkkk agora o da primavera o 31 profissão solteira eu gostei '--'

    ResponderExcluir
  31. Olá, tudo bem?
    Não tenho nem como tentar defender, não conheço nenhum destes livros. Mas achei legal vc falar dos livros abandonados este ano.
    Beijos, Larissa (laoliphant.com.br)

    ResponderExcluir

Seguidores no G+

FANPAGE

Veja também