Prisma Literário: Resenha: Mulheres - Carol Rossetti

Resenha: Mulheres - Carol Rossetti

Sinopse: Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN. Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios. Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação. “Existem mulheres negras, brancas, morenas, latinas, asiáticas, indianas, indígenas. Existem engenheiras, donas de casa, prostitutas, senadoras, artistas, executivas, atrizes. Há mulheres cegas, surdas, mudas. Mulheres bipolares, deprimidas, ansiosas. Existem heterossexuais, lésbicas, bissexuais, arromânticas, pansexuais, assexuais. Mulheres cristãs, ateias, budistas, islâmicas. Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui. Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano.
*Livro cedido em parceria com a Editora Sextante para divulgação.

Mulheres é um livro escrito e ilustrado por Carol Rossetti que inicialmente publicava seus desenhos em sua página do Facebook , mas após tanta repercussão dos fãs que concordavam e apoiavam seus pensamentos, a arte tornou-se um lindo livro publicado pela Editora Sextante.

Sabe aquele livro que após ser lido você apenas fica sentada olhando para capa e admirando as palavras que leu e passa a refletir sobre elas por horas a fio? Pois é, se estão procurando por uma leitura assim, acho que estão lendo a resenha certa.

"Existem mulheres negras, brancas, morenas, latinas, asiáticas, indianas, indígenas. Existem engenheiras, donas de casa, prostitutas, senadoras, artistas, executivas, atrizes. Há mulheres cegas, surdas, mudas. Mulheres bipolares, deprimidas, ansiosas. Existem heterossexuais, lésbicas, bissexuais, arromânticas, pansexuais, assexuais. Mulheres que têm três orgasmos por dia e mulheres que nunca tiveram nenhum. Mulheres que usam muita maquiagem, mulheres que não suportam batom, que não fazem unhas, que nunca tomam sol; mulheres que colocam silicone e que fazem mil cirurgias plásticas."

Carol me fez refletir sobre diversos assunto e principalmente sobre a subjetividade de cada um, cada ilustração me tocava de uma forma diferente. Eu mudei muito nos últimos tempos e confesso que há uns anos atrás não tinha o melhor pensamento do mundo, já hoje, posso dizer que tenho orgulho por respeitar as escolhas e preferências alheias por mais que as minhas sejam totalmente diferente, não só respeitar como também defender. Me deparar com esse livro, fez com que eu abrisse minha cabeça ainda mais levando-me a crer que existem ainda pessoas boas e que talvez a sociedade um dia seja mais inclusiva.

Apesar do livro se chamar Mulheres, pode ser que até mesmo homens se identifiquem e sintam-se acolhidos ao ler esse livro, pois logo no inicio a autora frisa que é uma obra que deve ser absorvida por todos os gêneros já que são questões que afetem não só as mulheres mas pessoas em geral.

"Mulheres cristãs, ateias, budistas, islâmicas. Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui. Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano."

Foi muito bom poder ler um livro que prega tanto a igualdade e o respeito, um livro abrangente, daqueles que te dão vários tapas na cara, que te fazem pensar e entender que cada um é cada um e  por mais que temos o direito de não gostar ou não concordar com certas coisas, somos obrigados a respeitar o próximo e não nos acharmos superiores.


14 comentários:

  1. Que livro criativo! Adorei essa ideia e achei sensacional! Vou querer dar uma conferida e com certeza vou apreciar bastante. Com certeza esse livro é ideial para os homens, vou colocar na lista de desejados.

    ResponderExcluir
  2. Olá, sempre fui muito independente e questionadora a respeito dos modelos que a sociedade nos impõe, mesmo que inconscientemente, talvez por isso nunca fui a popular na escola, nunca fiquei rodeada de amigas e tal.
    Mais hoje vejo que isso me tornou a mulher que eu sempre pretendi ser.
    Adorei esse livro só pelo que li de sua resenha e já está em minha lista de comprinhas rsrsrs...

    Agradeço enormemente pela dica.

    Abraços

    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas a sua resenha é a primeira que leio a respeito. Gostei bastante de seus comentários e acredito que é muito fácil se identificar com as ilustrações e suas respectivas frases. Vou procurar saber mais sobre a autora.

    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  4. Eu acompanho a página já faz um tempinho e morro de amorzinho por ela. Acho que hoje em dia é extremamente necessário que nós debatemos assuntos assim, e eu também tinha esse problema de ser bem ignorante alguns anos atrás. Fico feliz por hoje estar menos preconceituoso! Eu não tinha comprado o livro mas, definitivamente, eu preciso-o ler! Parece ser extremamente maravilhoso. Ótima resenha, beijos.

    ResponderExcluir
  5. Acho as ilustraçoes da autora muito lindas e ja conhecia o livro. Amei a ideia como ela leva mensagens tao inspiradoras para todas as mulheres e nos faz refletir sobre tudo o que a sociedade nos impoe e engolimos isso a seco sem parar para pensar no que nos faz bem, sem pararmos para verificar aquilo que nos faz feliz.

    Raissa Nantes

    ResponderExcluir
  6. Oiii garota, como vai?
    Que livro incrível, gente que arraso! Sério, é muita criatividade mesmo da autora e isso me deixou ansiosa querendo ler para ontem. Parabéns pela resenha e obrigada por me apresentar uma obra destas. Dica anotada.
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  7. Oi

    Quanta criatividade! E o mais legal é saber que foi algo que surgiu de algo. Não foi planejado. Foi natural. Isso faz a obra ser ainda mais bonita.

    Adorei a resenha é a indicação. Eu não conhecia esse livro e adorei conhecer.

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi

    Quanta criatividade! E o mais legal é saber que foi algo que surgiu de algo. Não foi planejado. Foi natural. Isso faz a obra ser ainda mais bonita.

    Adorei a resenha é a indicação. Eu não conhecia esse livro e adorei conhecer.

    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Catharina!

    Já vi esse livro em tantos lugares e nunca abri pra olhar ou ler a sinopse. Achei muito interessante, pois o livro existe antes mesmo de começarem a lançar obras sobre sororidade e etc. Adorei as imagens que você escolheu como quote e fui como você, já julguei bastante os outros (porque cresci ouvindo que eu tinha que ser "o espelho", ser certinha e blablabla), daí percebi que cada um faz a própria escolha e, mesmo que eu não concorde, não é da minha conta, preciso respeitar como você disse.
    É bem legal ver que esse livro retrata bem isso. Espero que todos aprendam a respeitar o outro cada dia mais.
    Bjs, Mari Scotti

    ResponderExcluir
  10. Oioi! Tudo bem?
    Achei muitoooo legal a premissa do livro Mulheres.
    A autora esteve em BH, mas nao consegui ir ve-la, uma pena.
    Achei legal demais a ideia e como vc disse, vale para homens e mulheres.
    São coisas que a gente sabe, mas nao pará para refletir.
    Valeu pela dica.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  11. Ola
    Muito bom o livro é o mais legal é que ele veio antes de cair na mídia a sororidade e todos agora saberem o que é.
    E a diagramação e as imagens são muito significativas.
    Ótima resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Ola
    Muito bom o livro é o mais legal é que ele veio antes de cair na mídia a sororidade e todos agora saberem o que é.
    E a diagramação e as imagens são muito significativas.
    Ótima resenha
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Que fofura esse livro, eu não conhecia. Adorei as ilustrações e, principalmente, as mensagens. Acho que a nossa sociedade precisa mesmo de reflexões do tipo, pois as pessoas seguem, cada vez mais, padrões previamente estabelecidos. Adorei a dica!

    Tatiana

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bem? Que resenha mais linda! Só leio coisa boa sobre esse livro e estou bem empolgada para realizar a leitura! É um livro muito bonito que trata de assuntos bem pertinentes. Tenho certeza que irei amar.

    Beijos!

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo