Resenha: A Guardiã do Tempo - Stacey McGlynn

13:39

Aos 77 anos, Daisy Phillips está cansada de ser tratada como se não conseguisse cuidar da própria vida. Seu filho Dennis quer que ela venda a antiga propriedade da família em Liverpool e se mude para uma casa de repouso. Para piorar a situação, sua melhor amiga vai fazer uma longa viagem durante o verão e sua nova chefe na biblioteca a informa educadamente que seus serviços como voluntária não são mais necessários. Mas a imperturbável Daisy não vai se entregar sem lutar. Então encontra a aventura de que precisa: devolver um relógio, presente de seu primeiro amor, um soldado americano que lutou na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial. E, como ponto de partida, ela só tem o antigo endereço no Brooklyn – das cartas que os dois trocavam – e uma parte desconhecida da família que mora em Long Island para ajudá-la. Mas é o suficiente para Daisy ir atrás do que a vida ainda lhe reserva
*Livro cedido pela editora Record para divulgação. 

Daisy é uma senhora que mora sozinha, aos 77 anos e acredita que pode cuidar de si mesma e de sua vida, mas seu filho começa a perceber que a mãe não está assim tão saudável para ficar só e começa a sugerir que ela venda a casa e se mude para uma casa de repouso, já que é complicado para ele manter sua casa e a casa da mãe.


Daisy está se sentindo sozinha e sua melhor amiga vai viajar, além disso, a biblioteca onde ela prestava serviços voluntários, diz que não precisa mais de sua ajuda. Ao encontrar um relógio antigo guardado em suas coisas, relembra quem a presenteou com ele, seu primeiro amor, um soldado americano que lutou na Inglaterra durante a Segunda Guerra Mundial e resolve que quer encontrá-lo para devolver o relógio, mas só possui o seu antigo endereço no Brooklyn.

Narrado em terceira pessoa, temos um livro que retrata a rotina de uma idosa que apesar de tudo, sente-se bem e não quer se entregar para a dependência. É uma personagem forte e cativante que nos faz torcer até o fim para ela encontrar o que tanto procura.

Ao longo da história, conhecemos mais personagens ligados a Daisy que nos cativam rapidamente. Uma história simples mas que nos trás momentos relaxantes e engraçados, uma ótima dica para ler num fim de semana, principalmente num domingo á tarde.

Eu de fato não criei expectativa pelo livro, apenas curiosidade e gostei bastante de ter tido oportunidade de conhecer a escrita de uma autora cativante, com um enredo interessante e diferente. Alguns momento a leitura foi meio parada, mas logo voltei a me empolgar para ler até o fim.

Muito recomendado para quem gosta de romances e história simples, porém, cativantes.

Poderá gostar também de

16 comentários

  1. Olá!
    Pra ser sincera com esse título eu esperava uma história um pouco mais cheia de ficção e acontecimentos de realidade alternativa kkk Mas gostei do enredo, achei fofo.

    luadeneon.com

    ResponderExcluir
  2. Oiee.
    Não me interessei pelo livro, afinal o título da obra me fez pensar em algo completamente diferente do que a sua resenha me mostrou e apesar de contar a saga de alguém que luta por si mesma, creio que não gostaria da leitura

    Beijos
    Amor Literário

    ResponderExcluir
  3. Deve ser uma história bem diferente e bonita, não parece ser meu tipo de literatura, mas se fosse um filme, eu assistiria.
    Beijo,
    Gabbi
    https://dearlysandra.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi Catharina, me surpreendi com a história! Achei que esse livro poderia ter tido outro titulo e que talvez chamasse mais a atenção para que as pessoas se interessarem em lê-lo. Ele parece ter uma história bonita. E achei interessante a protagonista ter 77 anos, o que não é muito comum.

    Bjus

    ResponderExcluir
  5. Olá Cathy, é a segunda resenha que leio desse livro, e tinha me interessado pelo enredo.
    Uma leitura cativante é o que mais preciso no momento.
    Bjkas
    Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  6. Confesso que o livro não chamou minha atenção, mas sua resenha me deixou um tanto curiosa, parece ser um livro cativante. Talvez dê uma oportunidade para a leitura no futuro. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Que curioso um livro que conta a jornada de uma idosa! Bem diferente do que estou acostumada, mas parece ser bem interessante e singelo.
    Beijos, Nathália
    http://livrosdagarotavermelha.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá! Sabe o que mais me chamou a atenção neste livro? Foi o fato de uma idosa ser a protagonista e isso dá ao livro um diferencial e tanto! Aparenta ser uma leitura bem gostosa e delicada, já está aqui na minha lista, beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu adorei o fato da protagonista ser mais de idade, e trazer uma bagagem de conhecimentos e experiências vividas. Saber que ela não é daquelas que se acomodam também me chamou atenção. Dica mais que anotada . beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  10. Olá... essa é a segunda resenha que leio desse livro e achei interessante termos uma protagonista idosa e mostrar a sua busca por um amor do passado... acho que nunca é tarde para você fazer o que tem vontade... acho que quando você busca algo para te fazer feliz, não existe idade e nem limitações do tempo, por isso achei interessante a premissa do livro... Xero!

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bom?
    Achei o livro com uma temática bonita e muito interessante. Os idosos gostam de ser independentes, mas muitas vezes precisam abrir mão disso. Não conhecia, mas é uma leitura que eu gostaria de fazer.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Mesmo que a personagem seja cativante, não consegui perceber um diferencial que me faça ter vontade de ler. Achei legal o tema, uma idosa que faz questão de manter sua independência e que ainda se enfia numa aventura num país distante, mas com tanta coisa aqui na fila ele não vai entrar para a lista de desejados.

    Beijo.

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Esse livro parece ser muito bonito, e inova ao trazer uma protagonista idosa. Muito raro ver isso.
    A trama parece ser bem construida e bonita. A história da senhora que busca um antigo amor me lembrou um pouco o filme Cartas para Julieta, em que uma senhora faz o mesmo
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi flor, tudo bem?

    Eu achei o livro super fofo e emocionante. Não é aquele livro que vai te marcar para sempre, mas achei a história interessante, principalmente por ser baseada em um conhecido da autora.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie =}
    Desde o lançamento do livro tenho visto muitos comentários legais sobre a história emocionante. Eu confesso que não é o meu gênero preferido de leitura, mas eu estou tão curiosa que vou acabar dando uma chance para o livro. Que bom que vocês gostou dele também, quero conhecer Daisy logo.

    Beijos,

    http://www.lendoeesmaltando.com/

    ResponderExcluir
  16. Só consegui pensar em uma palavra para descrever esse livro: fofura ♥
    Uma senhoria toda independente que vai atrás do seu primeiro amor para lhe devolver o presente, só pode ser uma leitura mais do que linda.
    Alguns dos melhores livros são compostos por esse momentos chatos, mas fazer o que ahahaha o importante é o resultado final!

    Beiijos, Andressa
    Mais que Livros | Curtindo a Vida a Dois

    ResponderExcluir

Seguidores no G+

FANPAGE

Veja também