Prisma Literário: Resenha: O Planeta dos Macacos - Pierre Boulle

Resenha: O Planeta dos Macacos - Pierre Boulle


Sinopse: Em pouco tempo, os desbravadores do espaço descobrem a terrível verdade: nesse mundo, seus pares humanos não passam de bestas selvagens a serviço da espécie dominante... os macacos. Desde as primeiras páginas até o surpreendente final – ainda mais impactante que a famosa cena final do filme de 1968 –, O planeta dos macacos é um romance de tirar o fôlego, temperado com boa dose de sátira. Nele, Boulle revisita algumas das questões mais antigas da humanidade: O que define o homem? O que nos diferencia dos animais? Quem são os verdadeiros inimigos de nossa espécie? Publicado pela primeira vez em 1963, O planeta dos macacos, de Pierre Boulle, inspirou uma das mais bem-sucedidas franquias da história do cinema, tendo início no clássico de 1968, estrelado por Charlton Heston, passando por diversas sequências e chegando às adaptações cinematográficas mais recentes. Com milhões de exemplares vendidos ao redor do mundo, O planeta dos macacos é um dos maiores clássicos da ficção científica, imprescindível aos fãs de cultura pop.

*Livro cedido pela Editora Aleph para divulgação.


Imagine um livro de ficção diferente de outros que você já leu, um cujo historia não trata de alienígenas invasores, monstros criados em laboratório, dimensões paralelas ou viagens no tempo, mas sim da própria natureza humana e de todas as coisas que nos diferenciam dos outros animais da terra nos tornando os “senhores da terra”. São essas coisas que encontramos em O planeta dos macacos de Pierre Boulle, o espião francês.

O livro também conta com uma entrevista realizada com o autor Pierre Boulle, em que ele expressa seus pensamentos durante a escrita do livro e suas opiniões sobre as varias adaptações que ele sofreu ao longo do tempo.

Escrito em 1963 O Planeta dos Macacos tem como capitulo inicial um casal, Jiin e Phyllis, navegando por seu sistema estelar de 3 sóis em uma espécie de foguete a vela movido a ondas de radiação solar, durante seu passeio eles acham a deriva um garrafa contendo um manuscrito que aparenta datar de séculos atrás e então eles começam a ler com curiosidade aquele achado.

Confio este manuscrito ao espaço não com a finalidade de conseguir socorro, mas para ajudar, talvez, a banir o pavoroso flagelo que ameaça a raça humana. Deus tende piedade de nós...! E assim se inicia O Planeta dos Macacos.

A historia é narrado em primeira pessoa por Ulysse Mérou, um jornalista do ano de 2500 (o engraçado é a sinopse diz “em um futuro não muito distante”) ele junto ao professor Antelle, o jovem físico Arthur Levain e o mascote da viagem, Hector, um macaco. Esse grupo parte em uma viagem pelo espaço até o sistema de Betelgeuse, a estrela super gigante vermelha da constelação de Orion, a procura de vida inteligente fora do planeta, em uma viagem de duração de 2 anos para eles, porém 350 anos para o resto do universo (lei da relatividade, ela é bem explicada no livro, então não se preocupe em ter que se esforçar para entender física) e assim eles partem abandonando tudo para trás.

O que se segue após isso é a chegada dele ao sistema solar de Betelgeuse onde eles avistam um planeta a qual decidem pousar para investigar e fazer analises daquele local desconhecido. Quando se deparam com uma civilização de homens sem nenhum conhecimento de fala indicio de inteligência, apenas bestas selvagens a serviço da espécie dominante... Macacos!

Vou evitar contar mais já que posso acabar soltando trechos importantes da historia, mas saiba que ela é incrível, eu tive certa dificuldade na leitura já que ele não contem muitos diálogos e livro assim eu considero meio exaustivos, porém, tem uma leitura rápida e firme, apontando detalhes na trama que fazem o livro um momento para se pensar sobre tudo o que nos torna humanos.

Constantemente ele aborda sistema de moralidade e ética, todas coisas que moldam a nossa sociedade e faz de nós a raça dominante. Tem um certo trecho em que é descrito o papel dos orangotangos no livro que eu gostaria de ressaltar: Pomposos, solenes, pedantes, desprovidos de originalidade e senso critico, obcecados com a tradição, cegos e surdos a qualquer novidade, adoram clichês e lugares-comuns, formam o substrato de todas as academias. Dotados de uma memória impressionante, aprendem nos livros inúmeras disciplinas, de cor. Em seguida, eles próprios escrevem outros livros, nos quais repetem o que leram, o que lhes vale de consideração por parte de seus irmãos orangotangos. Essa parte que remete a eles podem muito bem se encaixar em muitos da elite de hoje em dia, esse tipo de pensamento conservador daqueles que regem leis no mundo e não é só nessa parte em que o livro faz uma comparação direta com o nosso estilo de vida, a cada pagina ele mostra como nós humanos somos apenas um grupo de imitadores fazendo coisas e dizendo palavras para a qual já fomos programados a dizer e fazer.

Por fim eu digo que gostei do livro e assim que tiver tempo voltarei a ler ele, para tentar desenvolver um pensamento diferente sobre a historia dele e, digo, que mesmo tendo conhecimento de sua adaptação cinematográfica o final do livro me surpreendeu acima de tudo, pois ele é diferente do final colocado no filme e te deixa com uma vontade de querer saber mais sobre a historia dele, recomendo a todos que tanto gostam de ficção, quanto aqueles que apreciam ciências sociais e psicologia. 
.

26 comentários:

  1. Não leio muito livros do gênero de ficção cientifica, porém, não posso deixar de falar que alguns são marcantes.

    sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Eu amo ficção cientifica, e este livro está na minha lista desde que lançou. Adorei a capa, e o formato do livro, a sinopse me conquistou bastante também. E sua resenha só confirmou o que eu imaginava sobre o livro. Espero ler em breve.

    Abraços.

    http://www.livrosfilmeseencantos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu confesso que não leio muitos livros do gênero, mas sua resenha me convenceu, vou ler este livro!
    A premissa me parece bem interessante, estou curiosa!
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Apesar de não fazer muito meu estilo de livro, tenho visto muitos elogios, inclusivo falando que o livro é melhor que todos os filmes juntos. E como o filme me agrada, acredito que a leitura tem tudo para me agradar também.
    Gostei bastante da resenha e do modo como você ressaltou os pontos importantes.
    Beijos.

    Li
    Literalizando Sonhos

    ResponderExcluir
  5. Oiê! Nossa, assisti o filme, a versão antiga, mas não sabia que tinha o livro. Assim que puder vou ler, fiquei muito curiosa para saber o final do livro. bjs

    https://valisedepalavras.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Primeira resenha que li do livro e assim é um livro que quero e não quero ler. E vi num evento e me apaixonei pela capa e tals, mas agora ler, já não sei.
    http://odiariodoleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Também considero exaustivos livros que não têm muitos diálogos, e confesso que a história desse nunca me atraiu. Já me convenceram a ver o filme uma vez e odiei profundamente. Mesmo tendo essa questão de nos fazer pensar sobre tudo que nos torna humanos, e abordando sistema de moralidade e ética, não leria.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. não é meu genero literário , mas já ouvi falar muito. O filme já assisti alguns trechos,bjs
    Diana Medeiros
    http://meuvicioemlivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Oi Lary, tudo bem?

    De Planeta dos Macacos eu só conheço o filme, mas não sei até que ponto ele é fiel ao livro. Ficção cientifica não é o gênero que eu leio com frequencia, mas sendo um livro inteligente e com abordagens um pouco mais politicas, falando de moralidade e ética, eu leria.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Larry, tudo bem?

    Nunca tive muita curiosidade em assistir ao filme, e o livro também não me chama muita atenção. Parece ser um livro inteligente, com uma mensagem social bem interessante e gostei da parte em que menciona a importância dos orangotangos na sociedade.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  11. Oiee.
    Hahahaha não gosto deste estilo de leituras e os filmes que tem a respeito me dão muito medo ou sei lá o que é rs..

    Beijos
    http://www.amorliterariooriginal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi tudo bem?
    Eu já assisti os filmes, mas não é um dos meus favoritos no quesito filme, porém achei essa
    capa lindaaaaa! E legal que trata de questões como ética, moralidade. Gosto de ficção científica.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Oi, Larry! Tudo bem? Eu sou apaixonada pelo universo de O Planeta dos Macacos, paixão transmitida de mãe pra filha. Até a Aleph lançar essa edição, eu só havia assistido aos filmes, e quando soube do lançamento fui correndo comprar o livro. Amei!
    O livro é sensacional, e eu acho o final dele muito mais impactante que o final escolhido para o filme. Hahaha
    Bela resenha a sua!
    Um abraço,
    www.literasutra.com

    ResponderExcluir
  14. Olá... tudo bem??
    Achei bem interessante esse outro lado... eles encontram um planeta onde os seres humanos que habitam nele, são irracionais... e os macacos que tomam a frente... só não curti a falta de narrativa... livros assim tendem a me deixar muito cansada e eu não curto esse tipo de leitura, se não fosse isso eu até me arriscaria... Xero!

    ResponderExcluir
  15. Oie!!
    confesso que não sou muito de ler Ficção, mas tenho uma amiga que é maluca! tipo muito mesmo kkkk.
    Fiquei muito curiosa com a premissa do livro, ele estará entre minhas metas de leituras futuras com certeza ;) bjs

    ResponderExcluir
  16. Oi, tudo bem?
    Eu adoro os filmes da série Planeta dos macacos, e, embora tenha percebido algumas diferenças em relação ao livro, pela sua resenha, o essencial parece o mesmo. Esse é um livro que tenho e não tenho vontade de ler, rs, confesso que a preguiça é maior.
    Mas adorei saber que as teorias físicas são bem explicadas, odeio me sentir perdida (e burra) lendo ficções científicas. E realmente, 2500 não tem nada de "não muito distante" kkkkkk
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Esse livro entrou na minha lista de favoritos da VIDA nem é do ano. Sério, que escrita, que história! Eu me apaixonei <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  18. Esse livro entrou na minha lista de favoritos da VIDA nem é do ano. Sério, que escrita, que história! Eu me apaixonei <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  19. Esse livro entrou na minha lista de favoritos da VIDA nem é do ano. Sério, que escrita, que história! Eu me apaixonei <3
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  20. Oie, tudo bom?
    Nunca assisti aos filmes da série Planeta dos Macacos, mas tenho curiosidade de ler o livro. A história tem características que fazem o leitor refletir sobre nossa própria sociedade. Parece ser uma narrativa de ficção científica inteligente.
    Beijos,
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Larry, já tem um tempo que quero ler esse livro. E toda vez que leio uma resenha sobre ele só me deixa mais animada. Eu tenho uma impressão que a adaptação que mais se aproxima desse livro é a de 1968, que eu ainda não assisti. Mas vi todas as outras, mas recentes.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oi eu sou bem curiosa pra fazer essa leitura já tem algum tempo,
    mas não creio que isso irá acontecer tão cedo pois no momento
    minhas prioridades são outras. Mas excelente resenha!

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?

    Eu nem sabia que existia esse livro, muito legal. Fiquei bem curiosa para ler :) Vou colocar na minha lista de leitura.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Ola Larry confesso que a premissa do livro não me chama atenção. Nem o filme assisti, mesmo com todos elogios ao livro e filme, ainda não me interessei. Mas fico feliz em saber que a leitura te agradou. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  25. Oi Larry tudo bem?
    Preciso te dizer que gostei muito da sua resenha, mas esse não é o meu genero literario preferido, por conta disso vou deixar passar a sua sugestão. Pra vc ter ideia nem o filme conseguiu atrair a minha atenção...

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  26. Oie =)
    Eu ainda não li o livro, mas vi os dois filmes. Achei interessante o fato de que o final não seja o mesmo, acabei ficando curiosa para descobrir qual é o final do livro, se seria igual ou diferente dos vários possíveis finais que eu imaginei para o filme.
    Também não gosto muito de livros com poucos diálogos, ficam bem pesados.
    Sua resenha ficou ótima.

    Beijos,

    http://www.lendoeesmaltando.com/

    ResponderExcluir

LAYOUT E PROGRAMAÇÃO POR SHAIRA FOTO E DESIGN
imagem-logo